Conheça os 5 piores hábitos financeiros que quase todo mundo tem

Quer saber como melhorar as suas finanças? Comece conhecendo os piores hábitos financeiros que costumamos ter!

Categoria: Orientação Financeira

Ter uma renda estável, juntar dinheiro e realizar sonhos: quem não deseja atingir esses objetivos? Pois é! Apesar de todas as vantagens de se ter uma estabilidade financeira, não são todas as pessoas que conseguem alcançar esse patamar. E a razão disso é simples: elas tendem a reproduzir alguns dos piores hábitos financeiros com frequência, muitas vezes, sem nem perceber.

Uma vida financeira tranquila e organizada é fruto de uma série de ações e comportamentos simples, embora muitos acreditem que é necessário ser especialista em finanças ou algo do tipo. Na realidade, tudo depende da qualidade dos seus hábitos e como eles se alinham aos seus objetivos e metas de vida.

Por falar nisso, queremos ajudar você a desenvolver sempre os melhores — aqueles que contribuam com o seu desenvolvimento pessoal e, claro, patrimonial. Por isso, preparamos este conteúdo para listar cinco dos piores hábitos financeiros que quase todo mundo tem, mas precisa evitar. Confira!

1. Não acompanhar a fatura do cartão de crédito

Esse é certamente um dos hábitos mais comuns entre as pessoas. Apesar de parecer algo simples e inofensivo, não acompanhar a fatura do cartão de crédito pode ser o início de uma grande desorganização nas finanças.

Basta imaginar o seguinte: ao longo de um mês você pode sentir o desejo de comprar muitas coisas, algumas essenciais e outras nem tanto. Porém, se não acompanha os seus gastos e não tem ideia de como anda a fatura do cartão, estará mais sujeito a ceder à tentação de comprar itens sem uma real necessidade.

Por outro lado, se você acompanha a sua fatura e entende que ela já está em um valor elevado, pensará duas vezes antes de comprar um produto supérfluo, por exemplo. Na prática, esse controle ajuda a melhorar o seu filtro entre o essencial e o dispensável, evitando compras por impulso e endividamento.

2. Não ter um fundo para emergências

Muita gente diz que a vida é feita de alguns imprevistos, o que é uma grande verdade, não é mesmo? Você já deve ter passado por uma situação inesperada, na qual foi necessária alguma decisão ou medida emergencial.

Sobre esse tipo de acontecimento, a verdade é que só não sabemos quando ele ocorrerá, mas temos a certeza de que em algum momento os imprevistos sempre surgem. Apesar disso, poucas pessoas se preparam para lidar com contratempos.

Nesse sentido, um hábito que costumam reproduzir é não pensar no futuro e não dispor de uma reserva financeira para cobrir despesas emergenciais ou para contornar momentos complexos, como o afastamento do trabalho. Essa é uma prática comum e bastante perigosa.

Lembre-se: qualquer pessoa está sujeita a sofrer um acidente, adoecer ou ter um familiar hospitalizado. Nessas horas, é essencial estar financeiramente preparado, pois existem situações que simplesmente não esperam você se organizar.

Por isso, a nossa dica é bem simples: tenha o hábito de sempre guardar uma parte dos seus ganhos, mesmo que seja pouco. Em algum momento esse dinheiro pode fazer uma grande diferença.

3. Desperdiçar

O desperdício é outro hábito negativo que costumamos ter, especialmente em momentos em que as finanças estão relativamente controladas. No entanto, basta as contas apertarem um pouquinho para que passemos a dar mais atenção a determinadas atitudes, como deixar as luzes de casa acesas sem necessidade ou demorar no banho.

O grande problema do desperdício é que nem sempre notamos que ele ocorre — é justamente aí que as coisas se agravam. Por exemplo, você já se pegou jogando algum alimento no lixo por que simplesmente esqueceu de consumi-lo? Além disso, quantas vezes já deixou a torneira aberta enquanto escovava os dentes?

Essas atitudes, embora pequenas, ao longo de um ano podem gerar um acréscimo nas contas — algo que poderia ser facilmente evitado. Então, a dica é adotar uma postura sustentável, utilizando seus recursos de forma inteligente. Isso é algo bastante positivo não só para a sua vida financeira, mas para todos os campos delas.

4. Não sonhar

Existe uma máxima muito famosa que diz: “nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para aonde ir”. Essa frase se encaixa muito bem quando o assunto é vida financeira. Na prática, um dos piores hábitos financeiros que se pode ter é não sonhar, isto é, não projetar o futuro, não ter objetivos claros e ousados em médio e longo prazo.

Quem não tem sonhos e aspirações, na maior parte das vezes, não se dedica integralmente às suas atividades, nem procura novos caminhos e alternativas para melhorar de vida. Os sonhos funcionam como um combustível, uma motivação a mais para sempre buscarmos nos superar e crescer. Por isso, ter metas financeiras e sonhar é fundamental!

5. Não ter planejamento a longo prazo

Certo, sonhar é necessário e não sonhar é um grande erro. No entanto, será que apenas ter um sonho é suficiente para se alcançar uma vida financeira mais equilibrada? Certamente não, pois, além disso, é preciso se planejar. Outro hábito prejudicial que as pessoas costumam ter é não traçar as suas ações a longo prazo, principalmente.

De maneira resumida, planejamento torna os seus sonhos realizáveis; é o caminho para você definir o que precisa, como e quando fazer. Assim, planejar é traçar sua rota, levando em conta o seu momento atual, mas também os cenários futuros.

Quem planeja evita surpresas desagradáveis ao longo da jornada, se prepara para os desafios e toma decisões de forma mais estratégica. Tudo isso, na prática, só aumenta as chances de atingir as suas metas e realizar os seus sonhos. Não é isso que você busca? Então tenha o hábito de planejar a sua vida.

Esses são alguns dos piores hábitos financeiros que costumamos ter. Você deve ter se identificado com algum deles, correto? Agora que já é capaz de reconhecer alguns dos comportamentos que prejudicam suas finanças, é hora de reverter isso e passar a agir com mais responsabilidade financeira, utilizando seu dinheiro sempre de maneira consciente. Isso certamente facilitará a realização dos seus sonhos.

Gostou deste artigo? Tem interesse em seguir lendo e se informando mais com esse tipo de conteúdo? Siga o BV nas redes sociais Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.