7 dicas para juntar dinheiro e dar uma maior entrada no financiamento

Quer saber como juntar dinheiro? Então, você vai gostar das dicas que listamos a seguir!

Categoria: Orientação Financeira

Juntar dinheiro e oferecer uma entrada maior é uma excelente forma de diminuir os juros, o prazo total para pagamento ou mesmo o valor das parcelas do financiamento. No final das contas, você vai ver que compensa esperar um pouquinho mais para ter o seu sonho em mãos.

A gente sabe que guardar dinheiro nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente com tantas obrigações que temos todos os meses. Porém, com as dicas a seguir, você vai ver como pequenas mudanças no dia a dia já dão uma baita ajuda. Vamos a elas?

1. Crie um controle financeiro

Como você tem acompanhado as suas finanças? Se for para responder assim, de bate-pronto, sabe dizer exatamente quanto gasta e o que mais consome a sua renda? Ter conhecimento sobre essas coisas é o primeiro passo para conseguir economizar uma grana no final do mês.

Sendo assim, escolha o método que seja mais fácil para você — pode ser usando aplicativo, planilhas ou até mesmo um caderninho — e comece a anotar os seus gastos agora mesmo.

Depois de certo tempo, você vai ver como é que R$5,00 aqui, R$3,00 ali e todas as outras compras consideradas pequenas fazem um volumão e consomem boa parte do seu dinheiro. Pode ser até que você tome um susto inicialmente, mas conhecer a realidade é muito importante para saber o que precisa mudar.

2. Faça renda extra aos finais de semana

Mesmo que você tenha todo o seu salário comprometido com compromissos importantes — como aluguel, contas fixas, alimentação e transporte —, é possível encontrar alternativas para conseguir juntar dinheiro para a entrada do seu financiamento. É o caso da renda extra.

Que tal usar alguma habilidade ou hobby para ser mais uma forma de fazer grana? Há diversas coisas que podem ser feitas, como:

  • trabalhar em festas;
  • fotografia;
  • artesanato;
  • alimentação (vender bolo no pote, salgados, docinhos, entre outros);
  • motorista de aplicativo.

Veja se consegue encontrar algo que goste e que seja possível gerar renda e vá em frente!

3. Invista o dinheiro que já tem

Você já juntou alguma graninha? Então, considere investi-la em vez de deixar parada. Existem alguns investimentos simples, seguros e que rendem mais que a poupança. Assim, faz o seu dinheiro trabalhar para você e consegue oferecer maior entrada no financiamento. Aqui vão algumas opções:

  • Tesouro Selic;
  • CDBs.

Só não se esqueça de avaliar qual é a liquidez do investimento. Ela diz respeito à possibilidade de resgate do dinheiro. Então, se você encontra um que diz "liquidez imediata", significa que você pode fazer a retirada a qualquer momento (é o caso da Nuconta e do Tesouro Selic).

Por outro lado, existem outras modalidades que têm um prazo maior, principalmente quando a rentabilidade é boa. É o caso dos CDBs. Alguns deles só permitem fazer o resgate depois de certo tempo. Então, se você escolhe um título que diz "prazo de 2 anos", por exemplo, isso significa que o seu dinheiro ficará lá "preso" por esse tempo.

4. Evite compras desnecessárias

Essa dica aqui parece óbvia, mas é sempre válido reforçar, já que muitas pessoas não têm consciência de como gastam o dinheiro com coisas supérfluas.

Sabe aquela roupa que está com uma promoção imperdível? Aquele plano de celular que você nem aproveita totalmente? E os canais de TV a cabo que você nem assiste? Coisas como essas fazem o seu dinheiro ir pelo ralo.

Faça uma lista das quais você vive muito bem sem elas e veja o que dá para eliminar ou, pelo menos, diminuir.

Mas, veja bem, não estamos querendo ser radicais aqui e dizer que você não pode ter mais nenhum pequeno prazer, tá bem? Pode, sim, fazer coisas que te deixam feliz, mas de maneira mais moderada e sempre lembrando qual é a sua prioridade.

5. Não coma tanto na rua

Já que estamos falando sobre diminuir um pouco os gastos desnecessários, você já parou para pensar em como aquele cafezinho diário depois do almoço pode te deixar um pouco mais distante do seu sonho? E o almoço toda sexta naquele restaurante chique que sai mais caro?

Tá certo que ninguém é de ferro e, às vezes, bate aquela vontade de comer um lanche diferenciado, mas pare para pensar nas suas prioridades. Aqui, também cabe o que dissemos ali em cima: não precisa se privar de tudo o que gosta, mas lembre-se de que esses gastos vão fazer você demorar um pouco mais para iniciar o financiamento.

6. Ande mais a pé

Você é dessas pessoas que pegam o carro (ou moto) para ir ali à padaria ou que sempre pede um Uber para ir a qualquer lugar? Está aí mais uma atitude que precisa ser revista.

O gasto que você tem para se locomover a pequenas distâncias poderia ser usado para engordar as suas economias. Já viu aquele meme nas redes sociais que falam "não sabia que R$10,00 reais de Uber virava R$200,00 no mês"? Pois é bem isso que pode acontecer caso você não controle melhor para onde o seu dinheiro vai.

7. Deixe o cartão de crédito para emergências

O cartão de crédito é sempre um grande aliado, principalmente naqueles momentos em que não temos dinheiro para comprar algo ou quando se trata de um valor muito alto, que precisa ser parcelado.

Porém, se você usá-lo para aproveitar aquela promoção de última hora, fazer um lanche, curtir a balada ou qualquer outra coisa supérflua e sem planejamento, verá os seus ganhos indo embora — e o objetivo de juntar dinheiro para a entrada do financiamento também.

Sendo assim, vale a pena segurar os impulsos e o prazer imediato para focar no que você realmente quer mais.

Se parar bem para pensar, todas as dicas estão muito ligadas umas às outras. No final das contas, é o conhecimento da forma como você gasta as suas finanças que permite fazer as mudanças necessárias. Dessa forma, você consegue juntar dinheiro para a entrada do financiamento e realizar o seu sonho. Além de tudo o que já foi citado, não podemos nos esquecer da disciplina. Sem ela, dificilmente essas dicas vão durar muito tempo na prática.

Gostou das dicas listadas aqui? Quer aprender um pouco mais sobre financiamento? Então, aproveite e confira tudo o que você precisa saber sobre financiamento de carros!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.