Pagamento por aproximação é seguro?

Entenda o que é o pagamento por aproximação, como ele funciona e quais os riscos e benefícios dele!

Categoria: Cartões

Categoria: Cartões

Farmácias, supermercados, postos de combustível, restaurantes, padarias, bares... É grande a lista de locais onde você vê as pessoas fazendo pagamentos por aproximação. Afinal, essa forma de pagar as compras traz praticidade e rapidez para a rotina corrida — algo que muita gente compartilha, não é mesmo?

Porém, à medida que a adesão a ela cresce, também aumenta o número de brasileiros que se questionam se a aproximação é, de fato, segura e se ela pode trazer, na verdade, mais dor de cabeça que benefícios. Pensando nisso, montamos este post para não deixar mais dúvidas sobre o assunto. Pronto para começar?

O que é pagamento por aproximação com cartão?

O pagamento por aproximação nada mais é que um recurso disponibilizado pelos bancos para que os clientes tenham a facilidade de pagar um produto ou serviço sem ter que inserir o cartão em uma máquina e, em seguida, digitar a senha pessoa. Isso traz mais segurança, né?

Basta, como o nome já diz, aproximá-lo da tela da máquina e pronto. Em menos de cinco segundos, a compra já está finalizada. Esse recurso ganhou muito destaque durante a pandemia da COVID-19 .Isso porque, como é sabido, o coronavírus sobrevive em diferentes superfícies, incluindo o dinheiro em papel.

Além disso, os aparelhos em que se passam os cartões são, dependendo do lugar, manuseados por dezenas, centenas ou mesmo milhares de pessoas ao longo do dia. Portanto, o pagamento por aproximação se tornou bastante útil para ajudar na redução da exposição das pessoas ao vírus nessas duas situações.

Como funciona a tecnologia de pagamento por aproximação?    

A tecnologia por trás desse recurso se chama Near Field Communication (NFC), o que na nossa língua pode ser traduzido como comunicação por campo de proximidade. Um detalhe interessante é que ela não funciona apenas para cartões de crédito ou débito.

Ao contrário, ela também está presente em crachás de identificação inteligentes, cofres, smartphones, smartwatches entre outros aparelhos eletrônicos.

Tudo isso para que eles sejam capazes de completar não só transações financeiras e compartilhamento de dados, mas também operações mais complexas. Para tanto, basta que dois desses itens sejam pareados entre si dentro de um campo magnético de cerca de cinco a 10 cm.

Esse tipo de pagamento é seguro?    

Ele é seguro assim como outros meios de pagamento recentes, como é o caso do Pix e do WhatsApp Pay. O que comprova isso são as medidas adotadas pelas instituições bancárias para evitar problemas com esse recurso, tais como:

- limite máximo por compra efetuada — que não ultrapassa os R$ 200,00, como definido em nota de 2020 pela Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs);

- monitoração de transações suspeitas pelo próprio banco — por exemplo, tentativas seguidas de pagamento ou de valores acima do limite permitido;

- programa de alerta de compras que pode ser ativado para informar e ajudar a monitorar todos os gastos no seu cartão.

Quais são os riscos do pagamento por aproximação?    

Podemos detalhar três riscos relacionados a essa tecnologia. O primeiro tem a ver com a possibilidade de fraude durante as compras, especialmente aquelas feitas na rua quando você não recebe nota fiscal.

Isto é, você adquire determinado produto ou serviço por valor X, mas, na hora de pagar, a pessoa insere um valor bem acima do que foi acertado na máquina e lhe pede para aproximar o cartão dela.

Infelizmente, em um momento de descuido ou pressa, você acaba não se dando conta — algo que no pagamento com senha seria menos provável, já que é possível conferir o valor enquanto você digita o seu código pessoal.

O segundo risco é o de perda, furto ou roubo do cartão. Nessas situações, se a função de aproximação está habilitada e você não faz o cancelamento dele, quem estiver em posse do cartão pode utilizá-lo uma ou mais vezes, consumindo o seu limite ou o saldo da sua conta.

O terceiro risco envolve golpes financeiros elaborados em situações mais específicas, como festas, shows, festivais etc. — quando há grande movimentação de pessoas em um mesmo lugar. Em casos assim, o golpista anda com uma máquina de cartão portátil (a chamada maquininha), insere um valor pequeno e deixa ela em mãos enquanto circula pelo local.

A partir daí, ele passa ao redor de mesas onde estão bolsas sem supervisão, anda atrás ou ao lado de pessoas ao notar que elas estão com carteira em um dos bolsos e finge esbarrar nos indivíduos que usam pochete atravessada no peito.

Dessa forma, caso a vítima tenha um cartão com a função de pagamento por aproximação habilitada, ele consegue aplicar o golpe — que acaba passando despercebido pelo valor pequeno, como se a pessoa tivesse consumido algo no local do evento.

Como se proteger desses riscos?

Embora riscos existam — não só nesse modelo de transação, mas em qualquer outro existente (Pix, boleto, TED, DOC etc.) —, sempre há formas para você reduzi-los e ter compras seguras. Abaixo, mostramos alguns deles:

- nunca entregue o seu cartão para que um desconhecido faça o pagamento por aproximação por você;

- dê preferência por compras em estabelecimentos nos quais você possa confirmar durante toda a compra o preço que está pagando por meio dos monitores no balcão, além, é claro, de receber cupom fiscal;

- ao sair para eventos e outras situações com grande fluxo de gente, leve apenas um cartão — sendo ele habilitado apenas para uso com senha;

 

E se eu não quiser utilizar o pagamento por aproximação?

Fique tranquilo! Se mesmo com todas as dicas sobre como evitar riscos no ato da compra você ainda não se sentir 100% confortável com esse formato de pagamento, saiba que não é obrigado a mantê-lo.

Afinal de contas, ele é pensado para ser uma alternativa, não a única opção disponível para os usuários de cartão.

Como esclarecido no texto, o pagamento por aproximação realmente se propõe a trazer mais praticidade e comodidade no seu dia a dia. O melhor de tudo é que para usá-lo despreocupado quanto aos riscos que listamos até aqui. Fazendo isso, você só tem a aproveitar esse recurso.

E já que estamos falando sobre cartão, entre em contato com a gente para saber mais sobre os diferenciais do seu Cartão BV!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.