Veja como estruturar um planejamento financeiro anual para 2021

Fazer um planejamento financeiro anual vale a pena para ter um orçamento ainda mais organizado. Veja como criá-lo a seguir!

Categoria: Orientação Financeira

Muita gente gosta de fazer lista de resoluções para o próximo ano. Elas ajudam a conquistar objetivos e são uma maneira de se organizar para começar um novo ciclo com o pé direito. Então, por que não aproveitar para fazer um planejamento financeiro anual e evitar ficar no vermelho?

Quem controla os gastos se torna amigo do próprio dinheiro, em vez de ser refém dele. É esse alinhamento que faz uma parceria muito bem-sucedida entre as finanças e os sonhos que desejamos realizar com elas.

Quer compreender melhor como cuidar das suas finanças pessoais para 2021? Continue com a gente neste artigo!

Registre e controle gastos periodicamente

Monitorar quanto e quando entra e sai algo do orçamento é o primeiro passo para ter controle sobre ele. Por mais que essa tarefa possa parecer chata e desgastante, isso é fundamental para uma vida financeira bem-sucedida.

É a partir daqui que é possível ter noção de o que deve melhorado, quais são os furos do orçamento e os valores que não fecham no fim do mês. Também é possível identificar os maiores gastos, sejam eles fixos (como planos de televisão e internet) ou variáveis (como usar transporte por aplicativo ou pedir delivery).

Ter uma noção de quanto os hábitos de rotina custam diária, semanal e mensalmente é uma boa estratégia para revê-los e pensar em melhores formas de promover mudanças mais eficazes. A partir daí, é possível conhecer os maiores gatilhos de gastos e tentar evitá-los, além de mudar também os gastos fixos que forem possíveis.

Busque alternativas para eliminar dívidas

As renegociações devem ser bem planejadas para quem pretende se livrar das dívidas. Elas podem ser feitas de diversas formas, e uma delas é conversando com o credor da dívida, principalmente se for um banco.

Por mais que possa ser um pouco demorado, ligar ou ir pessoalmente pode facilitar uma renegociação. Veja se os valores e os prazos oferecidos valem a pena, se compensa juntar uma boa quantia e dar à vista, ou se a prazo os juros compensam as prestações serem menores.

É importante que tudo isso esteja atrelado, também, a um planejamento de gastos mensal, para que haja controle do orçamento e ele se mantenha saudável.

Encontre uma forma de ter renda extra

Vender doces, fazer hora extra ou trabalhar como freelancer aos finais de semana pode incrementar o salário de forma não pensada antes. E como há diversas formas de fazer isso, também é possível encaixar em diferentes rotinas e habilidades.

Alguns até transformam hobbies em renda, como pintura, artesanato ou sobremesas. Assim, é possível passar tempo fazendo algo que gosta e ainda conseguir uma renda com a nova atividade.

Como é possível tanto trabalhar de casa quanto aos finais de semana e em atividades externas, você pode gerar renda extra em diversas circunstâncias, conciliando com o seu estilo de vida. 

Tenha uma reserva de emergência

Não precisar fazer um empréstimo para pagar um gasto não planejado é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua vida financeira. É para isso que serve a reserva de emergência. O valor varia de acordo com o custo de vida e a estabilidade de cada um, sendo geralmente uma quantia que equivale a 6 meses do custo de vida.

Assim, em caso de falta de ganhos, é possível se manter por aquele período sem passar muitos apertos e conseguir um novo emprego com mais tranquilidade e folga financeira. Isso também facilita muito a vida, caso ocorra um grande gasto.

Um acidente de carro ou um problema de saúde de última hora são imprevistos que podem nos tomar de assalto e atrapalhar bastante o orçamento. Nessas horas, é importante estar com a reserva para contornar a situação.

É a reserva que ajuda a evitar a entrar nos juros de empréstimos, no cartão de crédito ou no cheque especial. Se o carro bater, um filho adoecer ou o pet passar mal repentinamente, e esses gastos não couberem no orçamento mensal sem causar prejuízos, o fundo de emergência mostra sua função.

Estipule metas e teto de gastos

Tenha um propósito para o seu dinheiro. Um objetivo ajuda a alcançar suas metas, principalmente se você não tem o hábito de poupar. Assim, você evita aquela impressão de que está guardando à toa, como se o esforço fosse algo sem significado.

Com esse valor a ser poupado, também é importante estipular um teto de gastos para que o orçamento final seja compatível. Afinal, após fazer o registro de gastos, já se conhece quais são os maiores pecados financeiros que estão sendo cometidos e têm impedido ou dificultado a tarefa de economizar dinheiro.

Assim, com o teto de gastos — que inclui os de base, como compras de supermercado, água, luz, telefone e internet (principalmente se já tiverem sido negociados e estiverem com o melhor custo-benefício para o orçamento) — será mais fácil perceber o quanto de renda extra é necessário fazer para alcançar os objetivos.

Elimine maus hábitos financeiros

Pequenos gastos às vezes são vistos como inofensivos, principalmente se envolvem pequenas quantidades de dinheiro. Alguns dos piores hábitos financeiros vêm de onde menos esperamos, e precisamos estar atentos para que isso não nos cause um prejuízo maior no futuro.

Gastos diários com lanches na rua ou com a mensalidade de uma academia que nunca é frequentada são apenas ralos financeiros, por onde o dinheiro vai embora para nunca mais voltar. E isso apenas atrasa a conquista dos sonhos e das metas que já temos.

Sendo assim, uma etapa essencial do planejamento financeiro anual é, junto ao registro de gastos diários, fazer a identificação desses maus hábitos financeiros.

Por isso, é importante ter em mente que o planejamento financeiro anual — e o controle do dinheiro no dia a dia — é um aliado da qualidade de vida, uma vez que não nos tornamos reféns das nossas finanças. Isso faz com que fique um pouco mais fácil realizar alguns objetivos e sonhos.

Gostou do artigo e quer saber um pouco mais sobre como controlar os gastos? Continue a leitura nesse conteúdo sobre o detox financeiro!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.