7 motivos para você financiar um carro

Existem motivos para financiar um carro que o tornam mais vantajoso do que outras opções, como consórcio e leasing. Veja mais!

Categoria: Financiamento de Veículos

Você anda pensando em comprar um carro, mas está em dúvida sobre como fazer isso ou não tem dinheiro para cobrir o valor total dele? Neste artigo, separamos alguns motivos para financiar um carro, além de informações extras que podem tornar esse processo mais vantajoso.

Isso porque, com o parcelamento, você não só poderá pagar prestações de acordo com a sua condição econômica, como também terá maior possibilidade de escolher um modelo novo e que o agrade mais. Afinal, ao dividir o pagamento, dá para tentar pegar um carro um pouco melhor do que se tivesse que quitá-lo de uma vez, o que nem sempre é possível.

Sem mais delongas, vamos aos 7 motivos que fazem do financiamento de carro uma boa opção para quem deseja comprar um!

1. Não precisa ter todo o dinheiro para ter o veículo

O primeiro motivo para financiar um carro é que você não precisa de todo o valor dele, como em uma compra à vista, e também nem da maior parte dele no caso de ter de pagá-lo em poucas prestações.

Graças ao financiamento, você pode dividir a quantia necessária em muitas parcelas que cabem no seu bolso, de modo que não comprometam demais o seu orçamento. Nesse caso, lembre-se apenas de fazer um bom planejamento financeiro para não precisar lidar com uma parcela mensal maior do que consegue pagar. Isso é importante para trazer maior tranquilidade e segurança financeira, permitindo até que você aproveite melhor o seu carro novo sem tantas preocupações.

2. Há a possibilidade de adiantar as parcelas para diminuir o valor a pagar

Só porque você fez o financiamento em dezenas de meses, não significa que precisa esperar todo o tempo previsto para pagar o valor em aberto e, enfim, se tornar o proprietário do carro.

Dependendo do financiamento, você pode adiantar o pagamento de prestações para acelerar a redução do valor pendente ou para quitar o preço integral do carro. Em alguns casos, poderá negociar descontos ou abatimentos nos juros e encargos econômicos, isto é, realizar uma amortização.

3. Você recebe o carro rapidamente

Diferentemente de outras opções, como consórcio ou a hipótese de juntar dinheiro para quitar à vista, no financiamento você consegue o carro rapidamente. Em outras palavras, tendo o crédito aprovado, em pouco tempo já poderá pegar o seu carro e sair com ele por aí.

Antes disso, porém, é importante providenciar a documentação e o registro dele nos órgãos de trânsito. Porém, o processo costuma ser mais rápido do que o de outras formas de pagamento. Isso é positivo se você precisa urgentemente de um carro para utilizá-lo em suas atividades profissionais.

Até mesmo poderá já trabalhar com ele em aplicativos de motorista particular, por exemplo, para pagar as parcelas do financiamento com o dinheiro ganho. Nesse caso, você colocará o seu carro “para contribuir” com o pagamento do seu próprio valor, além de gerar um ganho para você.

4. Com uma entrada maior, tem como negociar os juros

Além de antecipar parcelas do financiamento, se você quiser pagar juros menores, dá para oferecer uma entrada maior na hora de financiar o seu carro. O mesmo vale caso deseje pagar menos prestações ou queira que elas tenham um valor menor. Isso é importante se você tiver outros planos que demandarão dinheiro no futuro, reduzindo o seu orçamento. Nesse caso, planejamento é fundamental!

5. Há poucos agentes envolvidos no processo

O financiamento de carro é feito diretamente com a instituição financeira, como um banco, que repassa a quantia integral dele para a concessionária. Dessa forma, o processo é centralizado nessa instituição.

Vale destacar que, se você já tiver um bom relacionamento com o banco, poderá conseguir condições mais vantajosas tanto em tempo para pagar o financiamento quanto em valores, juros e encargos financeiros referentes a ele.

6. Durante o financiamento, o carro é seu

Em outras opções que facilitam o acesso a um carro, como o leasing (ou arrendamento mercantil), você paga pelo uso do carro e, ao final do contrato, tem a opção de comprá-lo. Isso significa que, a depender do contrato feito, deverá ainda desembolsar um valor extra para tê-lo. Além do mais, durante o leasing, o carro continua propriedade da instituição financeira.

No financiamento, por outro lado, terminado o período de pagamento das parcelas e de regularização em seu nome, o carro é seu. Dependendo do contrato, você também tem como revender o carro a outra pessoa durante o processo, o que pode ajudá-lo a quitar os valores em aberto e ainda conseguir um dinheiro para outro objetivo. Por exemplo, dar uma nova entrada em um carro diferente.

7. Possibilita investir em mais de um objetivo ao mesmo tempo

Comprar um carro à vista tem as suas vantagens, mas você precisará juntar e desembolsar um valor considerável. Isso pode adiar outros planos, como a compra da casa própria, um curso superior ou alguma viagem importante para você e sua família. Com o financiamento, você poderá se organizar para dividir o dinheiro que tem para dar conta de mais objetivos pessoais.

Por exemplo, financiando um carro e uma casa ao mesmo tempo, de modo a já poder usufruir de ambos rapidamente. Aliás, dá até para alugar o imóvel para que “pague as parcelas de seu financiamento” e até mesmo o do carro, reduzindo, assim, a carga financeira sobre o seu orçamento.

Existem vários motivos para financiar um carro, como visto na lista acima. No entanto, antes de partir para essa decisão, lembre-se de fazer um bom planejamento financeiro e organizar as suas contas para conseguir arcar com as prestações. Isso tende a tornar a sua compra mais tranquila, possibilitando a você aproveitar melhor o seu carro novo enquanto se previne de eventuais problemas financeiros.

Agora que você já viu algumas razões para comprar um carro por meio de um financiamento, confira como é possível fazer esse processo!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.