Conheça a metodologia DISC: saiba por que e como aplicá-la

Entenda o que é a metodologia DISC e os principais perfis de personalidade, além de suas vantagens e como usá-la na sua empresa.

Categoria: Parceiro Consignado

Categoria: Parceiro Consignado

Você conhece a metodologia DISC? Em um mercado tão competitivo e com mudanças tão repentinas, é cada vez mais importante para o setor de RH conhecer os novos métodos, de modo a aplicá-los e colocar os colaboradores na melhor posição para ter sucesso.

Para isso, é preciso conhecer bem o perfil de cada um, a fim de ressaltar suas forças. No entanto, como ter essa informação com tão pouco tempo para avaliá-la? Nisso, a metodologia DISC pode ajudar.

Continue lendo este post até o final e entenda o que é o método, suas vantagens e como implementá-lo!

O que é a metodologia DISC?

A metodologia DISC é uma ferramenta de avaliação pessoal, com o objetivo de identificar o perfil dominante de um colaborador. Para o RH, essa é uma informação importante que pode ajudar na produtividade, por meio de tarefas que têm maior ligação ao perfil de cada um.

Além disso, conhecer o perfil ajuda a promover uma comunicação mais eficiente. Portanto, é um conhecimento que auxilia muito no papel da liderança.

Quais são os perfis comportamentais da metodologia DISC?

O maior objetivo do método, e o que dá o seu nome, é classificar a personalidade de um colaborador entre quatro diferentes perfis. É claro que o ser humano é complexo e todos apresentam uma mescla entre essas possibilidades, mas o propósito é reconhecer aquela que ele responde melhor.

Dominância

O perfil dominante tem como maior característica ser orientado a resultados. Por isso, apresenta:

-determinação;

-facilidade em lidar com desafios;

-ousadia;

-assertividade;

-exigência, especialmente consigo mesmo;

-autoconfiança;

-independência;

-gosto por estar no controle.

Entre as maiores dificuldades estão ter paciência e mostrar sensibilidade. Na comunicação, gosta de ser o mais direto possível e não tem tempo para ficar repetindo informações. Afinal, quer alcançar o objetivo quanto antes.

Influência

Como o nome indica, são os grandes influenciadores. Por conta disso, tendem a exibir características como:

-animação;

-entusiasmo;

-extroversão;

-criatividade;

-capacidade de trocar ideias com outros profissionais;

-tendência à inovação e às atualizações;

-persuasão;

reconhecimento social e trabalho em grupo.

Por conta disso, são ótimas pessoas para propagar a motivação no ambiente de trabalho, graças ao seu perfil mais positivo e animado. Por outro lado, elas têm dificuldades em pesquisar fatos, falar de forma direta e seguir procedimentos ao pé da letra.

Estabilidade

É um perfil que gosta de rotina. Não se dão bem com as mudanças, gosta de cooperar e sempre procura um altíssimo padrão. Entre suas características, temos:

-paciência;

-gentileza;

-confiança;

-tranquilidade;

-persistência;

-propensão para lidar com rotinas e padrões;

-precisão e eficiência no trabalho;

-lealdade.

As grandes mudanças são o maior medo de quem tem esse perfil. Também existem dificuldades em ser multitarefas, autopromover-se e enfrentar conflitos.

Conformidade

Pessoas que têm esse perfil tendem a ser analistas, técnicas, cautelosas e determinadas. Por isso, apresentam as seguintes caraterísticas:

-cobram-se muito;

-são críticas com os colegas;

-não gostam de receber críticas;

-são cuidadosas;

-mostram-se perfeccionistas;

-seguem ordens e normas com facilidade;

-são muito motivadas a buscar conhecimento e mostrar o que têm.

Os maiores desafios desse perfil é delegar tarefas e lidar com novas ideias. Além disso, tais profissionais têm uma certa dificuldade com o aspecto social, não gostando muito de participar de eventos e celebrações. Também não são bons tomadores de decisão.

Como pode ser vantajoso aplicar esse método?

O método é famoso porque tem diversas vantagens. Primeiramente, é completamente livre de julgamentos e preconceitos. Além disso, a metodologia DISC evoluiu ao longo dos anos, de modo a ser muito simples de entender e usar. Recentemente, ela passou por mudanças na nomenclatura, para refletir melhor o perfil:

-dominância — executor:

-influência — comunicador;

-estabilidade — planejador;

-conformidade — analista.

Além dessas vantagens inerentes ao método, existem diversas outras. Primeiramente, o autoconhecimento. O teste permite conhecer melhor o próprio perfil, a fim de aprimorar habilidades e reconhecer melhor as forças e fraquezas de cada um. Já para a empresa, as vantagens são:

-melhor comunicação — o RH pode reduzir conflitos e facilitar o trabalho da equipe, por meio de uma comunicação adequada a cada perfil;

-mais empatia pelo próximo — as pessoas podem se conhecer e se entender melhor, entendendo as diferenças de um para o outro, além do que é mais importante para cada um;

-treinamento eficaz — permite abordar treinamentos mais eficientes, conhecendo as forças e fraquezas de cada colaborador, de modo a trazer uma equipe coesa;

-desenvolvimento de líderes — possibilita criar líderes mais alinhados com o perfil da própria empresa;

-recrutamento e seleção — colabora para ter uma noção do comportamento do colaborador ao se aplicar a uma vaga, aumentando a eficiência do processo;

-plano de carreira — também permite um desenvolvimento do plano de carreira pessoal, seguindo o seu perfil e seus objetivos;

-feedbacks — como vimos, os perfis gostam de receber feedback de maneira otimizada. Alguns vão preferir ser mais diretos, enquanto outros precisam de mais cuidado.

O resultado de todas as vantagens é uma ótima employee experience, além da retenção de talentos e um aumento na produtividade.

Como aplicar a metodologia DISC no RH da sua empresa?

Para aplicar o método na sua empresa, é preciso fazer a análise comportamental dos colaboradores. São três tipos de testes que você pode implementar:

-everything disc — é um teste com 80 perguntas, feito em por volta de 20 minutos. As respostas vão do “discordo fortemente” ao “concordo fortemente”;

-disc classic — nesse teste, são apresentados 28 grupos de 4 palavras, em que o participante precisa escolher a que mais se encaixa no seu perfil;

-teste adaptativo — essa é uma opção mais eficiente, pois o teste se adapta às respostas anteriores.

Para otimizar os testes e ajudar as organizações a conhecer ainda mais os colaboradores, o ideal é combiná-los com outras ferramentas, como a pesquisa de clima organizacional.

É importante ressaltar que, por mais que o teste seja útil, nada impede uma pessoa de ter mais de um perfil. Pelo contrário, apesar de ter um que seja mais dominante em relação aos outros, cada profissional apresenta características de todos eles. A metodologia DISC é uma forma de tentar simplificar o entendimento do ser humano, que é extremamente complexo.

Gostou do post? Então, curta nossa página no Facebook e não perca nenhuma novidade!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.