Retenção de talentos: 6 dicas para a sua organização

A retenção de talentos tem sido um problema na sua empresa? Preparamos este artigo para ajudar a fortalecer esse indicador. Não deixe de conferir!

Categoria: Parceiro Consignado

Categoria: Parceiro Consignado

O sucesso de qualquer organização, seja ela de pequeno, seja de grande porte, depende diretamente da qualidade dos seus recursos humanos, sobretudo em tempos de Covid-19. Por essa razão, o tema retenção de talentos tem uma importância muito grande no meio empresarial. Afinal, mais importante do que contratar bons profissionais, é garantir que eles permaneçam na empresa, não é mesmo?

Apesar da relevância da retenção de talentos, esse conceito muitas vezes é o “calcanhar de Aquiles” das empresas. Ou seja, é o ponto em que muitos gestores e líderes têm problemas para gerenciar. Como consequência, a empresa pode sofrer com a rotatividade de profissionais — o que é algo bastante prejudicial, tanto do ponto de vista dos custos como da eficiência operacional.

Se o seu negócio apresenta dificuldades para reter talentos, saiba que é hora de reverter essa situação. Para ajudar, preparamos este artigo com 6 dicas estratégicas para melhorar tal indicador e garantir resultados ainda satisfatórios. Acompanhe!

1. Invista em atitudes que promovam motivação

Sem dúvida alguma, a motivação é um dos fatores que mais contribuem com a retenção de talentos. Por essa razão, resolvemos colocar esse ponto logo no início da lista.

Nesse sentido, é indispensável adotar cuidados e medidas que ajudem na formulação de um ambiente de trabalho mais agradável, rico e motivador. Aqui, por exemplo, é fundamental investir na melhoria de atributos internos como:

  • comunicação;
  • relações interpessoais;
  • divisão de tarefas;
  • jornada de trabalho;
  • reconhecimento.

Ambientes motivadores são aqueles onde o profissional se sente valorizado e, mais do que isso, encontra o necessário para trabalhar bem e se dedicar. Isso envolve uma boa infraestrutura física, lideranças presentes e dispostas a ajudar, possibilidade de participar das decisões da empresa e muito mais.

2. Conte com um plano de carreira

Outro fator que pode otimizar bastante a retenção de talentos é contar com um bom plano de carreira. Afinal, a chance de crescer na companhia, ocupando cargos mais importantes e melhores remunerações, certamente é algo que desperta o interesse e motivação do profissional, fazendo com que ele tenha ainda mais motivos para se manter na empresa.

Nesse sentido, não importa se estamos falando de uma grande organização ou de uma microempresa, o fato é que contar com um plano de carreira bem-definido, que dê a oportunidade de o profissional crescer e se desenvolver junto ao negócio, é uma excelente estratégia de retenção — além de ser uma forma de aproveitar ainda mais as habilidades desse profissional ao longo da sua carreira.

3. Trabalhe com a comunicação clara e objetiva

Muitas empresas sofrem com a alta rotatividade dos seus funcionários pelo simples fato de que o ambiente interno não é pautado em uma comunicação clara e objetiva. Em muitos casos, falta a presença do líder junto das equipes, coordenando os trabalhos e passando feedbacks construtivos, que não só motivem, mas sirvam como ferramentas de otimização das atividades.

Nesse ponto, a solução não é outra senão trabalhar a comunicação interna, principalmente de cima para baixo, isto é, das lideranças para as equipes. Assim, é primordial que os líderes estejam ao lado dos funcionários, atuando de maneira colaborativa e transparente, corrigindo e elogiando sempre que preciso.

4. Construa um ambiente de trabalho acolhedor

Ninguém questiona o fato de que profissionais motivados e satisfeitos produzem mais e melhor, se comparados aos trabalhadores descontentes. Por essa razão, construir um ambiente acolhedor e saudável é outra medida que deve estar no radar de gestores e líderes, pois impacta diretamente a motivação das equipes.

Nesse contexto, ambientes pautados na colaboração, humanidade e profissionalismo, certamente são muito agradáveis e bem-vistos pelos profissionais. Logo, é natural que os talentos também avaliem esses pontos na hora de escolher o local para trabalhar.

É importante lembrar que os laços profissionais e pessoais desenvolvidos em empresas são pontos muito importantes, pois interferem na coesão das equipes, no nível de comprometimento com o trabalho e, ainda, na retenção de talentos. Isso ocorre mesmo nos times em home office, uma das lições do coronavírus.

5. Oferte um plano de benefícios satisfatório

Trabalhar em um ambiente rico e acolhedor é, sem dúvida, uma experiência bastante satisfatória para qualquer profissional. No entanto, além das questões emocionais, é importante que a empresa ainda tenha uma preocupação com o lado material. Afinal, todo mundo atua para receber algo em troca e garantir o conforto próprio e da família.

Diante dessa realidade, falar em plano de benefícios é falar de um dos pilares para a retenção de talentos. Para ter uma ideia, a depender dos benefícios oferecidos pela empresa, não é incomum que profissionais troquem salários mais altos em outras organizações, a fim de trabalhar em empresas com planos de benefícios amplos que garantem mais segurança familiar, por exemplo.

Hoje é bastante comum as empresas investirem em planos de saúde, serviços de assistência odontológica, seguros e outros benefícios similares. Tudo isso agrega muito valor à proposta de emprego e certamente é capaz de aumentar a retenção de talentos da organização.

6. Preocupe-se com o bem-estar financeiro dos talentos

Quando o assunto é retenção de talentos, não há como se afastar muito da questão financeira. Embora salários, gratificações e outros benefícios não sejam os únicos pontos considerados por um profissional, na hora de decidir pela sua permanência ou não em uma empresa, não se pode negar que tais pontos pesam bastante, não é mesmo?

Sabendo disso, ter uma preocupação com o bem-estar financeiro dos talentos é uma ação necessária para conquistar e reter bons profissionais na organização. Nesse sentido, é muito importante avaliar a média salarial paga aos profissionais, comparando com o que é pago em outras empresas, por exemplo.

Além disso, é crucial recompensar o bom trabalho do profissional, especialmente financeiramente. Desse modo, uma boa estratégia pode ser estabelecer gratificações e prêmios de produtividade, o que fortalece o reconhecimento profissional e ainda estimula a produtividade de maneira saudável.

Por fim, como vimos, a retenção de talentos é resultado de uma soma de esforços dentro da empresa. No entanto, é inegável que segurança e bem-estar financeiros sejam pontos-chave para promover tal indicador. Nesse sentido, o Banco BV pode atuar lado a lado com você e o seu negócio, oferecendo soluções que garantem melhor organização financeira e mais segurança.

Entre em contato hoje mesmo com a equipe BV e descubra como podemos contribuir com o seu negócio!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.