Qual a importância de pensar no bem-estar financeiro do colaborador?

Pensar no bem-estar financeiro dos colaboradores é uma forma de aumentar a produtividade no trabalho e ainda melhorar a saúde mental de todos.

Categoria: Parceiro Consignado

Categoria: Parceiro Consignado

Trabalhar a favor do bem-estar financeiro do colaborador é essencial para que a empresa tenha sucesso em diferentes áreas. De fato, o relacionamento de confiança entre funcionário e contratante deve ser planejado estrategicamente com foco em aumentar a motivação. Isso inclui ajudá-los a se organizar dentro dos seus próprios orçamentos.

Durante a pandemia, então, quando todos precisaram reduzir os custos para arcar com as despesas sem se enrolar por conta de um dos membros da família ter perdido o emprego, esse tipo de apoio se torna ainda mais importante. Em função disso, ter gestores que agregam educação financeira na vida do time é um grande diferencial.

Quer saber mais? Vamos mostrar, agora, como faz diferença pensar no bem-estar financeiro do colaborador na busca por resultados. Acompanhe!

Como a pandemia impactou no bem-estar financeiro do colaborador?

A pandemia causada pela COVID-19 trouxe um cenário repleto de incertezas, que vão desde os riscos de saúde até oscilações econômicas que preocupam a todos. Muitas famílias tiveram membros que perderam o trabalho e a renda, de maneira geral, ficou bastante comprometida.

Ou seja, quem se mantém empregado virou o principal provedor da casa e fazer parte de uma empresa que tem consciência disso é um diferencial. O mais indicado é criar um plano de ação que ajude não só a usar o dinheiro de maneira consciente, mas também a preservar a saúde mental de cada um, que fica bastante abalada pelo estresse e pelas preocupações que se acumulam.

Esse tipo de situação desperta, ainda, gatilhos de ansiedade por não saber até onde vai o desequilíbrio econômico, as dívidas que podem ser feitas e, até mesmo, a angústia pela preservação da empresa no mercado. Como consequência de uma saúde emocional abalada, a qualidade do trabalho tende a cair e os resultados corporativos sofrem com o impacto.

Qual é a importância da empresa de pensar no bem-estar financeiro do colaborador?

Uma empresa que promove educação financeira está um passo à frente dos concorrentes. Isso porque, além de ter colaboradores que tomam melhores decisões, isso ainda reduz a taxa de rotatividade, pois um funcionário dificilmente vai deixá-la por conta de outra proposta.

Tudo para promover confiança e um relacionamento de parceria que incentiva a construção de um plano de carreira recompensador. É comum que pessoas que lidam com problemas financeiros se sintam ansiosas e com dificuldades de concentração.

Dessa maneira, os colaboradores também podem pensar em formas de levantar dinheiro, e existe até mesmo a chance de precisar pedir adiantamentos ou fazer um acordo com a empresa para conseguir quitar dívidas. O melhor caminho, nesse caso, envolve buscar direcionamentos que possam estabelecer o apoio aos colaboradores.

Quais são as principais dicas para investir na educação financeira da equipe?

Em meio aos desafios impostos pela pandemia, é papel da empresa manter o canal de comunicação sempre aberto e se aprimorar no assunto para saber como inseri-lo no dia a dia de trabalho.

Com isso, fica muito mais simples alcançar resultados melhores nas metas, criar um clima de socialização e ter profissionais mais confiantes. Por isso, veja abaixo algumas dicas de como investir na educação financeira e no bem-estar da equipe!

Incentive o bom uso do salário

Mostrar aos colaboradores como fazer o dinheiro render ao longo do mês é um verdadeiro divisor de águas na forma como eles se relacionam com seu próprio planejamento financeiro. Oriente sobre a importância de ter uma planilha de gastos, ter o controle das entradas e saídas e compreender qual é o seu maior gasto para lidar com ele com sabedoria.

Ofereça um cronograma de educação financeira

Sempre que possível, inclua no cronograma de atividades da equipe palestras, workshops e dinâmicas em grupo que falem sobre controle financeiro. Esse tipo de atividade estimula os pensamentos objetivos que fazem toda a diferença no momento de tomar boas decisões com o dinheiro.

Estimule a mudança de hábitos

Muitas pessoas acabam gastando no cartão de crédito muito além do que podem pagar e esse descontrole uma hora vira uma bola de neve. Dentro desse contexto, a empresa deve estimular o consumo consciente e a adoção de hábitos positivos, como colocar os gastos do mês todo na ponta do lápis e ainda criar uma reserva de emergência caso seja necessário.

Agora ficou claro como incentivar o bem-estar financeiro dos colaboradores é importante para os resultados da sua empresa, incluindo a satisfação dos funcionários?

Especialmente em momentos desafiadores da economia, saber que a empresa oferece soluções personalizadas e suporte adequado é uma forma de reforçar o relacionamento de confiança que existe entre ambas as partes, com foco em impulsionar a produtividade e a saúde mental.

Gostou das informações deste artigo sobre bem-estar financeiro do colaborador? Veja também como a sua empresa pode ter um RH mais estratégico, aplicando o Business Intelligence nesse setor.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.