Avaliação 180 graus: descubra como aplicar e quais suas vantagens!

A avaliação 180 graus é fundamental para que gestores e times troquem feedbacks valiosos para o crescimento no trabalho.

Categoria: Parceiro Consignado

Categoria: Parceiro Consignado

Toda empresa precisa reunir informações sobre o desempenho das equipes. Mas você sabia que um dos métodos que mais funciona é quando colaboradores e líderes ganham a oportunidade de falar sobre o trabalho um do outro? A avaliação 180 graus funciona dessa maneira e fortalece muito a confiança entre os envolvidos.

Esse tipo de metodologia se baseia na cultura do feedback e, para que as avaliações sejam condizentes com a realidade, a empresa precisa mostrar os benefícios envolvidos. Só assim será possível engajar na medida certa, com foco em fazer com que cada profissional consiga alcançar o máximo de potencial.

Quer saber mais? Vamos mostrar o que é a avaliação 180 graus e seus principais benefícios. Acompanhe!

O que é uma avaliação de desempenho 180 graus?

Para as empresas que desejam sair das avaliações comuns, existem algumas técnicas muito eficientes. A de 180 graus é um bom exemplo disso. Se trata de um método que objetiva a análise do desempenho dos colaboradores e dos gestores em suas principais atividades.

Todo o processo, aqui, envolve a qualidade em que o trabalho é realizado e os níveis de produtividade, pontualidade, relacionamento, cooperação e flexibilidade.

Uma das vantagens da avaliação 180 graus está na maneira como o feedback chega ao colaborador. Nesse caso, o próprio gestor do setor fica responsável por conversar com os membros da equipe em um canal de comunicação aberto para os dois lados. Isso acontece porque o gestor também será avaliado e receberá um feedback durante o processo.

Como ela funciona na prática?

Esse tipo de dinâmica costuma acontecer de maneira simples. Em uma espécie de entrevista, liderados e chefe conseguem conversar sobre tudo o que foi apontado para que o colaborador consiga montar o plano de carreira. Um questionário é aplicado sobre o desempenho dos gestores e dos membros da equipe.

Dessa forma, a avaliação do gestor observa os subordinados que estão em sua área de liderança e o colaborador avalia seu superior direto. O formato é uma das avaliações de desempenho mais usadas nas empresas atualmente por permitir uma conversa bastante aberta e reduzir a rotatividade dos funcionários.

Para que tudo funcione conforme o esperado, todos devem ser o mais honestos possível e pensar de maneira estratégica no que pode ser melhorado após a avaliação. O ideal é que a troca de feedbacks seja feita individualmente e com bastante abertura.

Outro ponto essencial está na própria empresa implementar essa cultura interna de feedbacks respeitosos para que os times se sintam cada vez mais confortáveis no momento da avaliação 180 graus.

Vantagens

É natural que falar diretamente aos superiores deixe os funcionários envergonhados em um primeiro momento. Por este motivo, além de desenvolver a cultura do feedback no trabalho, a empresa também deve criar um reforço sobre o assunto com o RH.

Ao transmitir a seriedade do método e o quanto ele pode ser vantajoso para o desenvolvimento das equipes, fica mais simples encontrar uma dinâmica respeitosa e condizente com a realidade. Como resultado, cada membro da equipe compreende sua importância nessa engrenagem que faz o serviço funcionar.

Sem contar que, com esse tipo de incentivo à cultura dos feedbacks e a conscientização em relação à avaliação 180 graus, acontece o fortalecimento da confiança entre todos os setores e se desfaz a imagem de que líderes não devem ser incomodados.

Quais são os passos para aplicar a avaliação 180 graus?

O ponto-chave para que a avaliação 180 graus traga resultados positivos é preparar bem a equipe e contar com engajamento. Na prática, nenhum tipo de avaliação de desempenho vai funcionar se o time não estiver devidamente envolvido. O melhor caminho, nesse caso, está em criar uma campanha que divulgue esse tipo de ação.

Sim! Antes de colocar em prática, é necessário familiarizar as pessoas sobre o assunto. Sendo assim, coloque a mudança no método usado em pauta muito antes de realizá-lo e observe como será a reação dos envolvidos. Com isso, fica mais fácil direcionar ações que promovam engajamento e mostrem os benefícios tanto individualmente como na busca por alcançar metas, por exemplo.

Tenha um planejamento

Para deixar o clima cada vez mais confortável e democrático, é fundamental que todos saibam como a avaliação de desempenho vai acontecer. Então monte um planejamento estratégico e distribua entre os participantes do método. Esse passo deixa claro o quanto a empresa está aberta para receber opiniões e realizar mudanças a partir delas sempre que necessário.

Além disso, quando os prazos e as informações das dinâmicas estão acessíveis, os times perdem aquele medo de um procedimento desconhecido em que receiam ficar desconfortáveis. Deixe o cronograma no mural de recados ou envie por e-mail para que todos fiquem informados sobre as pautas abordadas na avaliação e se preparem adequadamente.

Escolha as perguntas

Um dos pontos determinantes para que a avaliação 180 graus tenha boa adesão e engajamento é escolher as perguntas de maneira correta. Elas determinam o nível de análise que será possível conquistar ao colocar a técnica em prática. O ideal é olhar o cenário na totalidade para descobrir as falhas e dificuldades do presente com foco em reforçar os pontos fortes no futuro.

Colete feedbacks

Ao concluir toda a fase de preparação, chega o momento de coletar os feedbacks. Essa parte pode ser feita por meio de planilhas montadas no dia a dia que ajudam a considerar o relacionamento entre todos os setores da empresa.

Mas caso você precise de algo mais completo, pode contar com a ajuda de softwares automatizados que fazem um serviço diferenciado, considerando diferentes aspectos.

Forneça devolutivas

As devolutivas são essenciais para que o processo de avaliação não perca força. Quanto mais tranquilo e estratégico for o desenvolvimento desse momento, melhor será o resultado nas próximas dinâmicas. Então, é essencial deixar claro o tempo todo que se trata de uma técnica para evolução e não para que os colaboradores e gestores sejam julgados por suas falhas.

Pronto! Agora você já sabe como a avaliação 180 graus funciona e os efeitos que ela causa no relacionamento dentro da empresa. Ao realizar essa dinâmica com frequência, a melhora das informações entre as equipes e o reforço dos pontos fortes se tornam um diferencial de crescimento no mercado.

Gostou das informações do artigo? Então comece a nos seguir nas redes sociais para ficar por dentro de outras informações interessantes. Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter, no YouTube e no LinkedIn.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.