Como funciona o parcelamento do saldo do cartão de crédito?

O parcelamento do saldo do cartão de crédito é uma alternativa quando não conseguimos pagar a fatura total. Como usá-lo do jeito certo? Descubra aqui! 

Categoria: Cartões

Categoria: Cartões

Uma das certezas da vida é que ela é imprevisível. Mesmo as pessoas mais dedicadas ao controle financeiro podem ter um mês apertado e se complicar com as contas. Nessas horas, portanto, é importante entender como funciona o parcelamento do saldo do cartão de crédito.

A oportunidade de parcelar a fatura do cartão de crédito é um recurso importante para lidar com imprevistos no seu orçamento. Essa estratégia é bem comum e pode ajudar se você estiver passando por um aperto momentâneo.

No entanto, é claro que o parcelamento do saldo do cartão de crédito também pode complicar a sua situação no longo prazo. Por isso você só deve usar essa ferramenta com responsabilidade financeira e muito planejamento.

Quer saber como o parcelamento funciona e de que forma usá-lo do jeito certo, sem se complicar? Então siga a leitura para aprender!

Como funciona o parcelamento do saldo do cartão de crédito?

Por mais que a gente se planeje e aprenda como controlar os gastos em casa, ainda assim é possível termos um ou dois meses complicados aqui e ali. São muitos imprevistos e elementos fora do nosso controle que podem atrapalhar as nossas contas.

Assim, pode chegar o dia em que a sua fatura do cartão de crédito venha maior do que você consegue pagar. E aí, quais são as suas opções para resolver esse problema? Nesse caso, há duas opções de parcelamento do saldo do cartão de crédito:

  • entrar no crédito rotativo;
  • parcelar a fatura.

As duas opções significam deixar o pagamento para o futuro, mas de maneiras diferentes. No crédito rotativo, você paga um valor acima do mínimo da fatura do cartão, mas abaixo do valor total dela. O restante vai direto para a fatura em aberto do mês seguinte, além de uma dose de juros.

Dessa forma, para resumir, se você optar pelo crédito rotativo, sua próxima fatura ficará assim:

  • valor da fatura normal + dinheiro devido da fatura anterior + juros do rotativo + IOF = total da fatura.

Já o parcelamento do saldo do cartão de crédito é outra forma de lidar com a fatura que você não consegue pagar. Nesse caso, o valor que não foi pago é dividido em um número específico de parcelas e adicionado nas próximas faturas. É como se tivesse parcelado a compra de um eletrodoméstico.

Por exemplo, se sua fatura de janeiro do cartão deu R$700,00, mas você só conseguiu pagar R$500,00, então os R$200,00 restantes serão divididos em, digamos, 5 meses. Isso significa que terá de pagar mais R$40,00 (além de juros e IOF) nas faturas de fevereiro, março, abril, maio e junho.

Quais são as regras do Banco Central sobre o assunto?

Como tudo que envolve dinheiro, existem regras bem específicas para o parcelamento do saldo do cartão de crédito. Afinal, a ideia é o recurso ajudar quem precisa renegociar dívida sem piorar a sua situação financeira. Quem define as normas sobre o assunto é o Banco Central, que tem a autonomia de avaliar a situação e determinar como os bancos e operadoras de cartão devem agir.

A primeira regra em relação ao parcelamento da fatura é que o consumidor só pode usar o crédito rotativo uma vez. Isso porque o rotativo tem os maiores juros do mercado brasileiro! Depois de usado, aquele valor deve ser parcelado.

Por causa disso, era muito comum as pessoas entrarem em um poço sem fundo: elas não conseguiam pagar a fatura e ia tudo para o rotativo. Os juros aumentavam o problema e, no mês seguinte, tudo se repetia. Eventualmente, a bola de neve ficava tão grande que era impossível de pagar.

A segunda regra é que as condições do parcelamento devem ser melhores que as do crédito rotativo. Isso é para incentivar o consumidor a parcelar o dinheiro restante, em vez de deixar o problema acumular com os maiores juros do mercado.

Por fim, o Banco Central exige que a instituição financeira ofereça informações precisas e claras para o consumidor fazer a sua decisão, ou seja, não é permitido esconder as condições nas letrinhas miúdas.

Vale a pena parcelar a fatura do cartão de crédito?

O ideal é sempre pagar o total da fatura do seu cartão de crédito — até para aumentar o seu Score. No entanto, isso nem sempre é possível. Nessas horas, é importante avaliar as nossas opções e entender qual é a melhor. Pensando nisso, será que vale a pena fazer o parcelamento do saldo do cartão de crédito? Sim, vale, mas com muito cuidado e planejamento.

O parcelamento é uma opção muito melhor do que o crédito rotativo, pois limita o tamanho do problema. Ele ficará controlado a X parcelas com valor específico, ou seja, é uma situação com data para acabar e sem aumentar com o tempo.

Outro benefício é que você ganha mais margem de manobra no seu orçamento. Como o valor a ser pago está dividido em alguns meses, poderá cortar alguns gastos no período para acomodar esse novo compromisso.

Como acertar no momento do parcelamento?

Se você considerou que o parcelamento do saldo do cartão de crédito é uma alternativa válida, então precisa se preparar para usá-lo da maneira certa. Veja algumas dicas abaixo!

Analise as opções

Em primeiro lugar, analise as suas opções a fim de entender se o parcelamento é a sua melhor alternativa mesmo. Às vezes, pode existir uma boa solução para o seu problema que você nunca considerou.

Negocie

Algumas operadoras de cartão de crédito oferecem condições automáticas de parcelamento. No entanto, todas estão abertas para negociar com o cliente em situações pontuais. Portanto, use essa vantagem para abrir uma negociação e tentar obter condições mais vantajosas.

Não acumule parcelamentos

Entenda que o parcelamento do cartão de crédito é um recurso de emergência e não deve ser algo a ser encarado de maneira leviana. Isso porque se você acumular vários parcelamentos, poderá se ver em uma situação na qual o seu comprometimento de renda fica muito maior.

Agora você já entendeu como funciona o parcelamento do saldo do cartão de crédito e a importância de ter esses cuidados sempre em mente. Além disso, vale a pena ter um banco parceiro e que proponha soluções quando a situação se complica. Portanto, é válido optar por cartões de crédito de operadoras e bancos que facilitam a sua vida na hora de parcelar a fatura.

O BV, por exemplo, é assim. Nosso sistema de parcelamento de fatura permite a cobrança de uma taxa de juros reduzida justamente quando você precisar de mais tempo para resolver o problema. Assim, pagará menos e ganhará um intervalo maior para se organizar financeiramente.

Quer saber mais sobre como os nossos cartões de crédito podem ajudar na sua vida financeira? Então entre em contato com a nossa equipe agora mesmo!

Atendimento BV