Saiba o que é painel solar híbrido, como funciona e principais vantagens

Já ouviu falar no painel solar híbrido? Ele reúne a possibilidade de ligação com a rede de energia e o armazenamento em baterias. Entenda!

Categoria: Financiamento para Energia Solar

Você conhece bem as soluções tecnológicas que permitem uma vida mais sustentável e a utilização de recursos naturais de uma forma mais consciente? Então, já está de olho no mercado de energia solar, não é mesmo?

O mais comum é que se trate dos modelos mais conhecidos para esse fim, como os sistemas de geração on grid e off grid. Mas você já ouviu falar em painel solar híbrido?

Essa é mais uma forma de fazer a geração de energia autônoma. Neste artigo, você vai entender o que é o painel solar híbrido, como ele funciona e de que modo ele se diferencia de outros tipos de painéis fotovoltaicos.

Também vamos mostrar as principais vantagens e desvantagens de seu uso, em especial para as empresas. Deseja saber mais sobre o tema? Então, continue a leitura deste post!

O que é um painel solar híbrido?

Antes de começarmos a explicar como funciona o sistema híbrido, é importante nos lembrarmos dos demais tipos de gerador de energia solar: on grid e off grid. Isso porque, no fim das contas, o painel solar híbrido é a união dessas duas formas de uso da energia do sol. Vamos lá?

Off grid

O sistema de energia solar off grid é isolado, ou seja, o gerador não se conecta ao sistema de distribuição de energia da região onde está instalado. Por isso, necessita de baterias para o armazenamento da energia gerada, e posterior uso.

Ele costuma ser mais caro do que os demais modelos, pois precisa de equipamentos mais robustos para seu funcionamento, incluindo um bloco de geração (que inclui os painéis solares), outro de condicionamento de potência (com controladores de carga e inversores) e um de armazenamento (baterias).

Seu uso, normalmente, está ligado a sistemas para bombear água, cercas elétricas e energização de postes de luz. Ele funciona mesmo nos períodos em que não há exposição solar, pois a energia é armazenada pelas baterias. Mas o projeto deve ser bem dimensionado, para que não falte energia, pois ele não é ligado à rede distribuidora.

On grid

Esse é o sistema que se conecta à rede de distribuição de energia da sua região. Por isso, costuma ser escolhido para uso em empresas e residências, contando com o bloco de geração (que inclui os painéis solares) e o de condicionamento de potência (inversores, que transformam a corrente contínua em alternada, permitindo a conexão com a rede).

Nesse caso, não há como armazenar a energia gerada. Sendo assim, quando há excedente de produção (mais do que é consumido), ele é transformado em créditos, que são descontados da sua conta de luz. O contrário também é válido: se produzir menos energia do que é necessário, você poderá continuar utilizando a da rede de distribuição do seu município.

Híbrido

Como você pode imaginar, o painel solar híbrido reúne as duas tecnologias, utilizando os mesmos blocos que mencionamos nos sistemas anteriores. Sendo assim, ele é integrado à rede de distribuição da sua região, ao mesmo tempo que possibilita o armazenamento de energia em baterias.

Dessa forma, se houver um apagão no sistema de distribuição de energia convencional, poderá ser usada a energia captada pelos painéis e armazenada nas baterias. Nesse caso, além de não sofrer com os prejuízos da falta de luz, ainda poderá economizar na conta de luz mensal.

Quais são os tipos de painéis solares híbridos?

Agora que você entendeu que o sistema híbrido reúne a vantagem da captação da energia solar por meio dos painéis, com a conexão à rede elétrica da sua região (on grid) e a integração às baterias para armazenamento da energia, vamos falar sobre quais são os seus tipos.

All in one

Esse é o modelo mais recomendado para as empresas que precisam alimentar seus equipamentos e instalações sem interrupções. Isso porque ele assegura que não haverá apagões ao longo do dia ou da noite.

Os painéis solares híbridos all in one são compostos por inversores interativos e autônomos, por baterias, além dos controladores de carga e retificadores. Como é possível instalar o sistema de energia solar em módulos, ele pode ser ampliado se houver demanda.

Vale lembrar que o projeto deve ser formulado por um engenheiro especializado, assim como aprovado e homologado.

Bimodal

Nesse sistema, a empresa pode escolher entre usar a energia fornecida pela rede elétrica da região ou a que está armazenada nas baterias. Sendo assim, trata-se de um sistema autônomo de geração de energia, mas conta com o reforço do inversor bimodal. É como se fosse a união entre o sistema de geração de energia solar e um nobreak.

As suas baterias podem ser carregadas tanto com a energia proveniente da rede quanto aquela gerada pelos painéis solares. Seu funcionamento é constante, e a energia excedente não é injetada na rede de distribuição.

Por isso, não há necessidade de homologá-lo para que seja implantado em sua empresa. De toda forma, isso não dispensa a necessidade de contratação de um profissional especializado para fazer o seu projeto.

Quais são as vantagens do painel solar híbrido

Até aqui, vimos que o sistema híbrido apresenta uma série de benefícios em relação à geração de energia solar on grid e off grid, certo? Com ele, você poderá:

- armazenar a energia dos raios solares captada pelos painéis e utilizá-la à noite;

- ser mais independente em relação às redes de distribuição, evitando problemas com apagões;

- reduzir ainda mais os valores da sua conta mensal de consumo, devido ao uso da energia armazenada nas baterias;

- usar a energia gerada para o carregamento de veículos elétricos em qualquer hora do dia.

Com todas essas vantagens, por que, então, algumas pessoas e empresas ainda não optam por esse modelo? Há alguns fatores que pesam contra a sua adoção. Confira:

- o investimento no painel solar híbrido é mais alto, devido à necessidade das baterias para armazenar energia;

- os módulos solares são bem mais duráveis que as baterias, que têm vida útil de até 15 anos, contra os cerca de 25 anos garantidos pelos painéis;

- é necessário mais espaço para sua instalação;

- o número de equipamentos e máquinas ligados ao sistema deve ser limitado à sua capacidade.

Como vimos, ao escolher que sistema pretende usar em sua empresa, o ideal é fazer uma análise e planejamento para entender as necessidades e optar pelo mais adequado a elas. O painel solar híbrido é bastante recomendado para uso em comércios de grande porte (supermercados e shoppings), hospitais, centros de pesquisa e outros tipos de empresas.

Quer estudar mais o assunto antes de tomar uma decisão? Conheça o passo a passo da instalação de energia solar.

-

Através do nosso blog você tem acesso às informações atualizadas e relevantes do mercado financeiro. No entanto, as informações aqui apresentadas têm como única intenção o caráter informativo, estando baseadas em dados de conhecimento público, não significando, portanto, quaisquer compromissos por parte do Banco BV e não constituem uma obrigação ou um dever para o leitor. O conteúdo disponibilizado é elaborado por terceiros e publicado pelo Banco BV. O Banco BV e suas empresas coligadas se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material e de seu conteúdo. Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800 728 0083 ou pelo e-mail sac@bv.com.br. Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661. Se desejar entrar em contato com a Ouvidoria, ligue para 0800 707 0083 (Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661).

Atendimento BV