Como reduzir as parcelas mensais do financiamento? Conheça as opções

Dá para diminuir o valor das parcelas ou o tempo de pagamento delas com algumas dicas práticas e um bom planejamento financeiro!

Categoria: Orientação Financeira , Financiamento de Veículos

Reduzir as parcelas do financiamento do carro pode ser necessário dependendo da situação pela qual você esteja passando ou dos objetivos que tem em mente. Nesse caso, existem algumas maneiras que ajudam a alcançar esse propósito, contudo, de formas distintas e dependendo da sua condição econômica atual ou a curto, médio e longo prazo.

Além disso, é importante saber que a diminuição das parcelas pode tanto ser planejada antes da contratação do financiamento quanto depois da vigência do contrato. Dessa forma, mesmo que você já tenha adquirido um carro, terá como tentar ajustar os valores para as suas novas condições.

Dito isso, listamos algumas dicas que podem ajudar a reduzir as parcelas nesses dois casos — antes ou depois do financiamento. Desse modo, você terá mais informações para se decidir sobre qual ou quais delas adotar. Portanto, não deixe de conferi-las!

Dê uma entrada maior

Pode-se dizer que dar uma entrada maior é a principal forma de conseguir a redução das parcelas do financiamento, pois a quantia restante para pagar será menor. Inclusive, os juros que incidirão sobre esse valor também tendem a ser menores. Até a taxa de juros oferecida pelo banco pode ser inferior à que você pagaria se desse a entrada mínima.

Como o saldo a quitar é reduzido, também há chance de você renegociar valores em aberto mais facilmente com o banco. Por isso, na hora de fazer o cálculo de parcelas, lembre-se de simular como ficaria as condições e as parcelas do financiamento com uma entrada mais generosa. Dependendo da diferença, pode ser interessante esperar um pouco para juntar uma quantia maior e conseguir dar uma entrada boa.

Aumente o total de parcelas

Essa opção é indicada especialmente em imprevistos ou quando é preciso de dinheiro para algum objetivo de causa maior. Por exemplo, quando ocorre uma redução na renda, é preciso investir em algo de grande valor ou é necessário direcionar parte dos recursos usados no pagamento das parcelas do financiamento para pagar uma conta.

Ao aumentar a quantidade de parcelas do financiamento, é possível reduzir o valor delas. No entanto, é preciso pensar bem sobre essa opção, pois vai demorar mais tempo para quitar o carro e também poderá pagar mais juros devido a esse período maior. Por conta disso, essa opção é indicada apenas em situações nas quais você está com dificuldade em pagar o valor das parcelas.

Aliás, é recomendado avaliar bem a sua situação econômica antes mesmo de fazer o financiamento, a fim de contratar parcelas que não pesarão tanto no orçamento. Caso você já as tenha contratado e não consegue pagá-la, então a renegociação é uma alternativa.

Escolha um carro mais barato

Comprar um carro costuma ser um momento importante, significando a realização de um objetivo ou de um sonho. Além disso, o veículo pode ser dado como presente para alguém especial ou ainda ser um instrumento essencial para o trabalho.

Por causa disso, é normal desejar um modelo novo, de preferência, aquele do ano. Contudo, ao pensar bem, pode-se chegar à conclusão de que um carro seminovo consegue atender às expectativas e necessidades atuais.

Além disso, essa opção evita o pagamento de parcelas além do que suas finanças permitem. Inclusive, a depender do valor que você tiver em mãos, será possível até mesmo comprar o carro à vista. No entanto, se ainda preferir um carro novo, tente verificar outro modelo mais barato da mesma marca ou de outra fabricante.

Faça uma amortização de juros

A amortização envolve o pagamento gradual ou parcial de um valor maior, por meio de parcelas. Para reduzir os valores pagos pelo financiamento do carro, você pode quitá-las de maneira antecipada. Dessa forma, é possível reduzir ou eliminar juros que incidiriam sobre elas ao longo do tempo.

Com isso, diminuirá o saldo em aberto, podendo também reduzir as parcelas restantes e o tempo de quitação. Basicamente, será possível adiantar o pagamento total do seu carro. Inclusive, você pode juntar um valor em paralelo enquanto paga as parcelas e, quando achar que chegou o momento, ir até o banco ou buscar um canal de comunicação para negociar a amortização de juros.

Vale lembrar que é importante conversar com o banco para conseguir esse tipo de desconto, pois só pagar as parcelas antecipadamente não garante a amortização dos juros. Sendo assim, confira com ele antes de quitar os valores, de modo a não perder um eventual desconto.

Por outro lado, há instituições que permitem a amortização e fornecem mecanismos para tal em seus próprios sites. Nesses casos, as regras e os juros que serão descontados costumam ser previamente definidos.

Amortização de juros e crédito pessoal

A fim de conseguir o valor a mais para amortizar os juros, uma opção é buscar um empréstimo pessoal ou algum outro tipo de crédito que tenha taxas menores do que é pago nas parcelas do financiamento do carro.

Mesmo a economia não sendo a mesma que você teria ao usar recursos próprios para amortizar, ainda assim essa opção poderá ser vantajosa. Contudo, você vai precisar se organizar melhor para gerenciar ambos os pagamentos — do financiamento do carro e do crédito contratado.

Esse crédito também pode ser útil na hora de dar a entrada, pois possibilitará um valor maior. Contudo, vale reforçar: será necessária uma boa gestão das suas finanças para não se atrapalhar com ambas as contas.

Com o objetivo de reduzir as parcelas do financiamento do carro, é possível aplicar uma ou mais dicas descritas neste artigo. Apenas se lembre de que é essencial ter um bom planejamento financeiro para chegar em um valor de parcela que caiba no seu bolso. Caso contrário, os benefícios podem não ser suficientes.

Quer ficar por dentro de mais dicas para administrar o financiamento do seu carro? Siga o BV nas redes sociais e acompanhe nossos posts! Estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.