Controle financeiro: 7 mitos e verdades sobre cartão de crédito

Controle financeiro e cartão de crédito combinam? Confira nosso conteúdo e saiba como cuidar melhor de suas finanças!

Categoria: Cartões , Orientação Financeira

Quando o assunto é controle financeiro em cartão de crédito, existem muitos mitos sobre as vantagens e desvantagens, o que causa uma certa confusão nos usuários. Afinal, vale ou não vale a pena fazer uso do cartão de crédito na gestão financeira pessoal?

Uma pesquisa recente mostra que o cartão de crédito continua sendo o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros. Assim, enquanto algumas pessoas enxergam as vantagens do cartão de crédito para o controle financeiro, outras ainda tentam descobrir quais são os mitos e as verdades na hora de utilizá-lo.

Se você se identifica com quem ainda tem dúvidas, não se preocupe!.Preparamos um post para desvendar 7 mitos e verdades sobre o cartão de crédito, para auxiliar no seu controle financeiro! Vamos lá?

Por que as pessoas usam o cartão de crédito?

A ideia do cartão de crédito é oferecer um fôlego financeiro para quem precisa de um determinado valor, mas não possui saldo o suficiente no débito. Dessa forma, o cartão de crédito pode auxiliar no controle financeiro mensal, sem deixar o usuário no vermelho.

Seja para pagar boletos, prestações ou realizar as compras do dia a dia, o cartão de crédito atua como uma espécie de “empréstimo rápido” que você paga somente no dia de vencimento da sua fatura. Essa é uma das principais vantagens do cartão na rotina de quem precisa manter as contas em dia!

Atualmente, os cartões de crédito contam com outros benefícios, como cashbacks, onde você recebe parte do seu dinheiro de volta, além de milhas aéreas ou programa de pontos, permitindo que você acumule pontuação e troque por viagens, produtos etc.

Quer conhecer outras vantagens do cartão de crédito? É só clicar aqui!

7 Mitos e verdades sobre o cartão de crédito

Saber quais são as vantagens e desvantagens do cartão de crédito pode te auxiliar no seu controle financeiro, mas é preciso conhecer os mitos e verdades sobre este recurso:

1. Dívidas no cartão de crédito desaparecem após 5 anos

Mito! Quando você tem alguma dívida, é provável que você fique com o nome negativado. Isso significa que, ao consultar os órgãos de proteção de crédito, é possível ver esses valores não pagos no seu CPF. Cada um tem sua prescrição em 5 anos — ou, como dizem por aí, a dívida “caduca” depois deste tempo.

Assim, vamos supor que você fez uma compra no cartão e não conseguiu pagar. Depois de um tempo, a loja realizou o registro do débito no Serasa e no SPC. Mesmo que fique 5 anos sem realizar o pagamento, isso não quer dizer que a dívida desaparece. Apesar de seu nome ficar “limpo” de novo, a empresa não esquece tão facilmente.

Ou seja, instituições financeiras ainda podem ver as dívidas atreladas ao seu CPF, mesmo que o seu nome esteja “limpo”.

Por isso, pode ser difícil conseguir créditos e financiamentos com essa dívida pendente. Para ter um controle financeiro pessoal, é necessário que você gaste no cartão de crédito apenas o que consegue pagar até o seu vencimento.

O cartão de crédito pode ser uma grande vantagem para quem busca controle financeiro, já que você pode acompanhar sua fatura a todo momento.

2. Cancelar cartão de crédito faz o score subir

Mito! De modo simples, o score é a sua pontuação financeira. Quanto maior ele é, mais confiável você parece na hora de negociar, já que isso demonstra controle financeiro a quem está te oferecendo crédito.

Com o score alto, é possível conseguir financiamentos, empréstimos e outras transações que envolvem dinheiro. É por isso que tanta gente se preocupa com essa questão, principalmente na hora de usar o cartão de crédito.

Vale ressaltar que o score está relacionado a bons hábitos de pagamento. Então, se você paga as faturas em dia, evita o parcelamento do cartão de crédito para não se enrolar, fica mais fácil na hora de conseguir um empréstimo ou financiamento, pois você demonstra responsabilidade e compromisso com as suas contas.

3. Usar cartão de crédito bagunça o orçamento

Mito! O cartão de crédito pode ser um grande aliado de quem deseja ter controle financeiro, mas como qualquer despesa, é necessário ter planejamento.

Quando você não acompanha e controla as compras, é fácil se perder com o pagamento mínimo do cartão, por exemplo. Então, é preciso tomar alguns cuidados e praticar uma organização em todos os quesitos da sua vida financeira.

Quando usado corretamente, o cartão de crédito pode ser sinônimo de responsabilidade e gestão financeira pessoal!

4. O cartão de crédito pode organizar as finanças da casa

Verdade! Já pensou saber de cada um dos seus passos financeiros e acompanhar de perto todos os gastos? Dá para fazer isso com o cartão de crédito.

Você pode acompanhar a sua fatura diretamente no aplicativo do banco, com total transparência de todas as suas despesas. Isso facilita muito a vida de quem precisa ter visibilidade dos gastos, gerando maior controle financeiro.

É diferente com dinheiro em espécie, já que fica difícil anotar todos os pequenos gastos que temos na correria do dia a dia.

No aplicativo do BV, por exemplo, é possível centralizar algumas contas na fatura do cartão de crédito, como os serviços de streaming, celular, internet e assim por diante. Vale lembrar que o limite serve justamente para controlar os gastos de acordo com os seus ganhos.

E se você tiver mais de um cartão, uma boa ideia é concentrar os gastos mensais em um e deixar o outro para emergências. Tenha o hábito de determinar valores para cada tipo de compra e siga o seu controle financeiro com determinação sempre que possível!

Para ter controle financeiro no uso de cartões de crédito, fique atento a prazos, extratos e possíveis tarifas.

5. Não devo pagar tudo no cartão de crédito

Verdade! Algumas contas não valem a pena ser pagas pelo cartão, pois são cobradas algumas tarifas nessa transação. Por isso, é importante avaliar sua gestão financeira pessoal e decidir quais contas valem a pena ser pagas com o cartão.

6. Sou eu quem decido o limite do cartão de crédito

Mito! O limite é uma ferramenta que as empresas de crédito utilizam para que você não gaste além do que pode. Afinal, elas querem receber pelo valor que emprestaram, certo?

Por isso, ele é definido de acordo com a renda, a confiabilidade, controle financeiro e o comprometimento dos seus ganhos. Ou seja, não somos nós quem decidimos a quantia, isso fica a cargo da instituição financeira que oferece o crédito.

Lembre-se que quanto mais limite você tiver, maiores são as chances de gastar em excesso. Ainda que seja legal poder parcelar várias compras, essa pode não ser a melhor estratégia para as suas finanças.

7. O cartão de crédito é um empréstimo

Nem mito e nem verdade, já que isso depende do que se entende como empréstimo. No universo financeiro, são coisas diferentes, mas com um propósito parecido: você pega uma quantia em dinheiro para pagar suas contas, se comprometendo a devolver essa quantia à instituição que disponibilizou esse valor.

Na prática, há outros fatores que os afastam também, como é o caso dos juros. Em casos onde a fatura não é paga, os juros do cartão de crédito são maiores — por isso, para manter o controle financeiro, o ideal é nunca atrasar o pagamento.

Mitos e verdades sobre o cartão existem aos montes, não é? Mas agora você sabe o que precisa para ter uma maior gestão financeira pessoal, se preparando para lidar com seu cartão no dia a dia. A prática de controle financeiro contribui para uma vida mais leve e tranquila, assim, vale a pena entender cada vez mais sobre o assunto! Por isso, fique de olho em nosso blog para receber dicas sobre economia, renda e finanças.

E não deixe de contar com uma empresa de crédito transparente e que seja uma parceira na sua vida financeira. O BV é assim! Tem interesse nessa parceria de sucesso? Então, fica aqui o convite para conhecer nossos cartões!

"Através do nosso blog, você tem acesso às informações atualizadas e relevantes do mercado financeiro. No entanto, as informações aqui apresentadas têm como única intenção o caráter informativo, estando baseadas em dados de conhecimento público, não significando, portanto, quaisquer compromissos por parte do Banco BV e não constituem uma obrigação ou um dever para o leitor. O conteúdo disponibilizado é elaborado por terceiros e publicado pelo Banco BV. O Banco BV e suas empresas coligadas se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material e de seu conteúdo. Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800 728 0083 ou pelo e-mail sac@bv.com.br. Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661. Se desejar entrar em contato com a Ouvidoria, ligue para 0800 707 0083 (Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661)".

Atendimento BV