Como planejar o futuro de forma consciente e estratégica?

Planejar o futuro é a melhor forma de ter uma vida mais tranquila e organizada. Veja o post e entenda como é possível atingir esse objetivo.

Categoria: Orientação Financeira

Planejar o futuro torna as tarefas diárias mais produtivas por conta do senso de propósito. Quando um indivíduo traça metas que afetarão seu padrão e estilo de vida, os esforços são recompensados com o alcance de três ideais: pessoal, profissional e financeiro.

Para montar um plano de longo prazo, é preciso ter foco e propósito a fim de obter diversas vantagens de vida, como aprendizados, reflexões e um constante aperfeiçoamento. Além disso, serão observadas melhorias na carreira, na educação, na construção de patrimônio, nos relacionamentos — refletindo em qualidade de vida.

Despertamos seu interesse em planejar o futuro de forma estratégica? Então, siga com a leitura para conhecer dicas e informações relevantes e colocá-las em prática no seu dia a dia.

Importância de planejar o futuro

Conheça os benefícios que comprovam a importância de planejar o futuro pessoal.

Favorece o sucesso profissional e a realização pessoal

Um planejamento estratégico permite que o indivíduo defina seu próprio conceito de sucesso, pois é baseado naquilo que ele mais almeja para a carreira, transformando objetivos em realidade.

Para muitos, ter sucesso profissional significa ser realizado pessoalmente. Essas características se relacionam muito bem, pois pessoas que conquistam cargos de destaque ou que gostam de exercer a profissão escolhida são mais satisfeitas e felizes.

Garante novos aprendizados

O planejamento e a vivência favorecem os esforços diários. Isso significa que os nossos hábitos ficam alinhados para chegar aos objetivos almejados. Nesse sentido, a criação de estratégias faz parte do DNA do plano para o futuro, uma vez que são aplicadas em diversas situações de nosso cotidiano.

Desenvolve a automotivação

Esse benefício é consequência do anterior, pois, quando alguém sabe do que precisa, raramente se abala diante de perdas ou desafios. O planejamento para o futuro não é algo estático ou exato, ou seja, ele é favorável a ajustes para atingir metas e objetivos.

Quando menos perceber, você vivenciará momentos e tratará dificuldades com naturalidade, desenvolvendo automotivação. Para isso, invista em ferramentas tecnológicas próprias que auxiliam no estabelecimento de prazos e obrigações, como aplicativos financeiros, agendas eletrônicas, planilhas, cursos interativos etc.

Dicas e recomendações para o planejamento futuro

Um bom plano necessita de etapas eficientes. O passo a passo a seguir mostrará tudo o que é preciso para planejar o futuro de forma consciente e estratégica. Veja.

Preparação

Antes de tudo, é necessário passar por um processo de autoconhecimento. Nele, você deve refletir sobre seus objetivos futuros. Busque respostas para questionamentos pessoais, por exemplo:

-Como está minha vida atualmente?

-O que pretendo desempenhar no futuro?

-Como estou vivenciando meus relacionamentos pessoais e profissionais?

-Como pretendo me equilibrar?

É importante identificar se você está se esforçando, se o dinheiro que você ganha é gasto com sabedoria, se o seu tempo não é desperdiçado com coisas pouco produtivas etc.

Propósitos

Empresas que passam por planos estratégicos sempre consideram três pilares: missão, visão de futuro e valores. Isso também ocorre com as pessoas, mas é chamado de expectativa de vida, ou seja, definir motivadores para atingir os objetivos desejados. Para planejar um futuro equilibrado e repleto de realizações, deve-se considerar os seguintes aspectos:

-realização pessoal e profissional;

-estudos, habilidades e competências;

-lazer;

-patrimônio;

-relacionamentos em geral (família, amigos e parceiros);

-saúde e bem-estar.

Objetivos e metas

É importante estabelecer aonde se deseja chegar por meio da definição de metas realistas e atingíveis — sonhar com os pés no chão é fundamental para evitar sobrecargas e frustrações. Independentemente disso, as metas devem refletir quantidades, valores e prazos. Veja alguns exemplos:

-conquistar promoção para cargo executivo na empresa;

-cursar um mestrado em 2 anos;

-formar em um idioma em 2 anos;

-comprar um carro novo em 2 anos;

-comprar uma casa em 5 anos;

-viajar para o exterior;

-triplicar o salário atual;

-investir em energia solar;

-ter estabilidade financeira aos 50.

Plano de ação

Até aqui, estávamos em processo de autoanálise, agora é chegado o momento de iniciar o plano de ação. Com ele, o processo ocorrerá de forma estratégica, prática e organizada. Após levantar as metas almejadas, considere os critérios necessários para concretizá-las. Tudo o que foi definido precisa se transformar em ações concretas.

É preciso saber diferenciar compromisso de tarefa. O primeiro corresponde a ações programadas, ou seja, com hora de início e término predeterminada. Já a tarefa é mais flexível, podendo ser executada ao decorrer de uma semana, por exemplo.

Planejamento financeiro

Reservamos um tópico só para falar sobre planejamento de finanças, porque é o primeiro passo para equilibrar sua vida econômica e criar um cenário favorável. A partir disso, é possível gerenciar ganhos e gastos para melhorar sua saúde financeira.

O plano econômico pessoal ajuda a administrar melhor o seu dinheiro. Ele funciona como um mapa para traçar e conquistar objetivos que envolvem suas finanças. Veja alguns pontos importantes.

Rendimentos

É válido pensar em diversas possibilidades para aumentar sua renda. Algumas sugestões são: investir em qualificações para obter um emprego melhor, abrir um negócio ou fazer renda renda extra por um período.

Gastos

Levantar os gastos mensais e os periódicos, como financiamentos e parcelamentos. Reduzir ou eliminar supérfluos e priorizar o pagamento dos compromissos mencionados para deixar seu orçamento livre o quanto antes.

Investimentos

O conhecimento sobre o mercado financeiro é fundamental para planejar o futuro. O ideal é consumir conteúdos sobre finanças para aplicar o dinheiro poupado e ganhar rendimentos em médio e longo prazo.

Revisão geral do planejamento

Sociedade, mercado e tecnologia estão em constante transformação, e a vida também. Por isso, é necessário revisar o planejamento com frequência. Após um tempo, veja se os objetivos ainda permanecem os mesmos, analise a ordem das prioridades e faça ajustes quando achar necessário. Não hesite em fazer adaptações compatíveis com a sua nova realidade.

O que achou das dicas para planejar o seu futuro? Coloque-as em prática para se organizar melhor e realizar os seus objetivos. Comece agora mesmo e tenha uma vida mais leve e tranquila lá na frente.

Se você achou este conteúdo útil, que tal potencializar seus conhecimentos sobre o tema? Entenda o que fazer para não desanimar e cumprir suas metas!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.