Quer saber como vender carro financiado? Veja aqui!

Vender carro financiado requer muito cuidado com as parcelas a pagar e com a sua documentação.

Categoria: Financiamento de Veículos

Você sabia que é possível vender um carro financiado? Isso mesmo! Se você precisar de dinheiro, quiser trocar de modelo, desejar quitar ou diminuir sua dívida com a financiadora ou tiver algum motivo diferente para vender o seu carro para outra pessoa, isso poderá ser feito mesmo que ainda esteja pagando o financiamento.

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados com o processo, uma vez que será necessário não só negociar valores e repassar o financiamento, como colocar em ordem a documentação e eventuais pendências do carro. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo e veja o que preparamos para você!

Quais são as maneiras de vender um carro financiado?

O financiamento de carro é uma opção que ajuda muitas pessoas a terem o bem, pois facilita o pagamento do valor total em parcelas menores. Essa mesma facilidade pode ser repassada de uma pessoa a outra por meio da transferência desse crédito.

Existem duas formas de repassar esse carro alienado — ele fica nessa condição enquanto estiver em financiamento — para outra pessoa. Elas estão descritas a seguir.

Transferência do carro e dos valores financiados

A primeira alternativa é a transferência do carro. Nesse caso, tanto quem vende quanto quem compra precisa ir ao banco que fez o financiamento. Será feita uma análise de crédito do novo proprietário para a aprovação do negócio.

Em caso positivo, haverá a transferência como se fosse um novo financiamento. Vale destacar que essa avaliação geralmente é cobrada, ainda que o banco não aprove o processo de transferência.

Venda à vista

Aqui, quem vende receberá todo o dinheiro cobrado pelo carro de uma vez e, assim, poderá usá-lo para pagar o financiamento à vista. Nessa opção, quem vende poderá conseguir um desconto ao adiantar as parcelas financiadas. Por causa disso, é interessante tentar negociar com o banco para obter o maior abatimento possível do valor em aberto.

Já quem compra receberá o carro quitado, não sendo preciso se preocupar com o financiamento. Só é importante verificar se toda a documentação está em dia e se, de fato, foi dado baixa nas parcelas em aberto e se o carro está quitado. Isso evitará surpresas desagradáveis para o comprador.

Quais os procedimentos para vender carro em financiamento?

No tópico anterior, você viu como funciona a venda de um carro financiado. No entanto, separamos dicas e passos para você fazer isso. Confira quais são a seguir!

Saiba o valor exato em aberto

Saber o valor exato do que falta pagar pelo carro é uma dica que vale tanto para quem compra quanto para quem vende. Dessa forma, ambos poderão negociar um preço mais justo para a venda, além de evitarem valores inesperados que precisarão ser pagos.

Para tanto, é importante saber o valor dos juros que compõem o restante do financiamento, do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF), do Seguro Proteção Financeira (SPF) etc.

Também é indicado levantar o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do carro, bem como o valor do seu licenciamento. Essas quantias poderão ficar a cargo do novo proprietário ou serem incluídas no valor da venda. Isso precisa ser acordado entre ambos.

Verifique toda a documentação

Os documentos do carro precisam estar em dia para que nenhuma das partes tenha problemas depois do negócio ser concluído. Além dos documentos do financiamento e dos impostos, é preciso consultar a documentação relacionada ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Cheque também o Gravame, que é a alienação do carro realizada e informada pelo banco, por meio do Sistema Nacional de Gravames (SNG), no Detran. O Gravame funciona como uma restrição financeira do carro, impedindo que ele seja transferido para outro proprietário se ainda estiver em financiamento.

Após a quitação do valor total do carro, a financeira avisa ao Detran e esse documento é baixado automaticamente. Isso se o documento estiver emitido em nome do proprietário.

Cheque as pendências

Se você for comprar o carro, cheque toda a documentação e os IPVAs para ver se há pendências relacionadas a ele. Também verifique se o vendedor realmente quitou o valor do carro com o banco que financiou, caso você tenha pago à vista o negócio.

Se você estiver vendendo o carro, verifique com o comprador se ele tem como comprovar renda e se o seu nome não está com restrição no mercado, ou seja, se está com o nome limpo. Caso ele não tenha como comprovar os seus rendimentos ou se encontre com o nome negativado, o banco poderá negar o novo financiamento — isso na opção de transferência para novo proprietário.

Vale destacar que o processo de análise poderá ser cobrado, o que reforça a importância de conversar antes com o comprador para não pagar à toa por esse processo.

Se o comprador ou o próprio vendedor identificar pendências, é possível negociar o pagamento delas no próprio acordo. Por exemplo, diminuindo o valor da transação caso o comprador quite as pendências.

Transfira o financiamento depois da venda

É fundamental transferir o financiamento depois de a venda ser concluída. Ambos precisam ir ao banco e ao cartório registrar toda a documentação para que não tenham problemas depois. Também é importante se certificar de que a papelada está em dia no Detran e se o carro está licenciado.

Uma dica importante é não confiar nos contratos de gaveta, ou seja, firmados entre quem vende e quem compra, sem que sigam um dos processos de transferência acima. Isso porque a pessoa que obtém o carro pode não quitar os valores do financiamento, que será cobrado de quem vendeu. Esse poderá até ter seu nome incluso em cadastros de proteção ao crédito por causa disso.

Vender carro financiado é um processo que requer muito cuidado tanto para quem vende quanto para quem compra. É preciso estudar bem a documentação e buscar o maior número possível de informações sobre o carro, a fim de tornar a transação mais segura possível.

Se você ficar com alguma dúvida sobre como realizar a transferência de um carro financiado, entre em contato com a nossa equipe de profissionais para que possamos ajudar você!

Atendimento BV