Afinal, qual a importância de guardar dinheiro?

Entenda a importância de guardar dinheiro e quais passos são necessários para colocar isso em prática!

Categoria: Orientação Financeira

Certamente você já sabe da importância de guardar dinheiro para momentos de imprevistos, para alcançar objetivos, realizar sonhos, entre outros. Porém, na prática, as coisas não são tão simples quanto parecem.

Separar uma parte do salário todos os meses e deixar em alguma poupança (ou algum investimento) é uma tarefa difícil. É por isso que muita gente desiste de tentar melhorar a vida financeira e colocar o orçamento em ordem.

Pensando nisso, resolvemos elaborar este artigo e mostrar alguns passos fundamentais para que você consiga se dar bem nessa missão. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto agora mesmo!

Por que economizar é tão difícil?

A educação financeira desde a infância e a adolescência não é algo que faz parte da cultura dos brasileiros, de modo geral. É por isso que sempre vemos nos jornais que o nível de endividamento é muito alto e muitas pessoas têm problemas para lidar com as finanças de uma maneira mais saudável.

Além disso, apesar de termos consciência da importância de guardar dinheiro, isso é uma questão de hábito. Aí, entra o que foi dito acima: a falta de educação financeira, junto ao costume de gastar, faz com que as pessoas tenham dificuldade para economizar.

Afinal, isso gera um impacto na rotina e até mesmo no padrão de vida que levamos. Em muitos casos, é preciso cortar gastos supérfluos, mudar o comportamento de compra e adotar outras ações importantes para o orçamento — o que demanda uma mudança nos hábitos.

Qual a importância de guardar dinheiro?

Primeiramente, guardar dinheiro é importante para que você não passe nenhum perrengue financeiro quando acontecer um imprevisto. Para que isso seja possível, sabemos que é necessário sempre gastar menos que o que se ganha, certo?

Não gastar todo o dinheiro e manter-se no orçamento já é algo que torna as finanças pessoais mais equilibradas e sem muitas surpresas. Além disso, a economia também permite a criação de uma reserva de emergência.

É essa reserva que você utiliza quando passa por imprevistos que precisam de dinheiro para serem resolvidos. Entre eles, estão despesas médicas, conserto do carro, a compra de um celular novo para repor o que estragou, entre outros.

Guardar dinheiro também é importante para que você consiga realizar os seus objetivos. Isso envolve:

Em todos esses casos, você precisa economiza para levantar um valor suficiente para conquistar as suas metas ou então encaixá-las no seu orçamento sem que você se prejudique ao se endividar além do que pode pagar.

Quais são os primeiros passos para começar a guardar dinheiro?

Saber a importância de guardar dinheiro não é suficiente se você não consegue colocar isso em prática. Afinal, esse conhecimento não muda em nada a sua rotina e a sua situação financeira, não é mesmo?

A seguir, listamos alguns passos que podem ajudar, de verdade, a começar as suas economias e a criar uma boa poupança. Veja.

Analise o seu orçamento

Coloque todos os seus gastos na ponta da caneta e faça uma análise sincera sobre cada um deles. Provavelmente, você vai encontrar algumas coisas ali que não acrescentam em nada e só servem para manter algum luxo ou prejudicar as suas finanças no fim do mês.

Defina metas

Definir metas financeiras é essencial para conseguir economizar. Se você não tem bons motivos para guardar dinheiro, dificilmente vai conseguir levar isso adiante. Por outro lado, com objetivos interessantes fica mais fácil dizer "não" para algumas tentações.

Corte gastos supérfluos

Agora que você já sabe quais são os gastos supérfluos, procure maneiras de reduzi-los. Isso não quer dizer que você vai precisar sacrificar as coisas que gosta e ter de abrir mão de tudo. Vamos começar com calma e, aos poucos, você faz as mudanças mais significativas, combinado?

Entre algumas ações que você pode adotar, estão:

  • cancelar ou reduzir o pacote de TV a cabo — principalmente se você utiliza pouco e prefere os aplicativos de streaming, como a Netflix;
  • procurar por um plano de celular mais em conta, que seja suficiente para atender às suas necessidades, mas sem custar muito caro — se for o caso, faça portabilidade e troque de operadora, pois você pode conseguir ótimas condições;
  • diminuir os pedidos de delivery no mês;
  • substituir produtos de marca por outros que têm a mesma qualidade, mas que custam menos.

Viu só como você não precisa fazer nada muito radical? Com pequenas mudanças já é possível perceber uma diferença no seu orçamento.

Diminua o uso do cartão de crédito

O cartão de crédito é um excelente recurso para quando precisamos fazer uma compra e não temos o dinheiro disponível no momento. Porém, se não for bem usado, ele pode se tornar um grande vilão.

Isso porque é muito fácil ter aquela sensação de que é só comprar. Porém, como bem sabemos, a fatura chega — e pode vir como uma surpresa bem desagradável, com um valor mais alto do que podemos pagar.

Então, evite utilizá-lo com frequência, principalmente para as compras por impulso. Prefira sempre usar dinheiro à vista. Assim, você sente aquela dorzinha de ver as notas indo embora e acaba gastando menos.

Tome boas decisões

As decisões que você toma no dia a dia também fazem toda diferença no seu planejamento e na sua capacidade de guardar dinheiro. Fazer a antecipação de parcelas de um financiamento, por exemplo, pode fazer com que você gaste mais dinheiro no curto prazo.

Porém, você vai conseguir reduzir os juros e terminar de pagar em menos tempo. Então, é uma possibilidade de economizar ainda mais dinheiro, ao mesmo tempo que se livra de uma dívida e tem mais tranquilidade com as finanças.

Foque na mudança de hábitos

Adotar novos hábitos não é fácil, principalmente por ser algo que leva tempo e requer um esforço maior do que o de continuar na zona de conforto. Então, não desista se perceber que não consegue realizar mudanças consideráveis nas primeiras semanas (ou meses).

A disciplina é fundamental para conseguir economizar dinheiro e gastar de forma mais consciente. Por mais tentadora que seja a ideia de gastar, tente segurar esse impulso e sempre mantenha o foco nos objetivos que você deseja alcançar.

Entender a importância de guardar dinheiro é essencial para que você consiga melhorar o seu orçamento. Porém, só isso não é suficiente para promover mudanças significativas. Comece aos poucos, diminuindo os gastos que não vão fazer falta para a sua rotina e, com o tempo, veja o que mais pode ser feito para assim sobrar alguma graninha todos os meses.

Gostou do artigo? Que tal saber como está a sua vida financeira? Se você não faz ideia da situação em que se encontra e quer entender o que precisa ser feito a partir daqui, não pode deixar de responder a este quiz. Nele, mostramos de forma muito didática, e com muito bom humor, a sua realidade neste momento!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.