Saiba como dividir o salário para organizar suas finanças

Aprenda métodos e dicas para dividir seu salário de forma eficiente e ter controle sobre suas despesas!

Categoria: Orientação Financeira

Quando falta dinheiro para pagar as contas, a primeira solução que se pensa é aumentar os ganhos. O problema maior nem sempre está na quantia que você ganha, mas sim nos gastos mensais. Dividir o salário é uma maneira de entender o uso do dinheiro e fazer ajustes.

Organizar seus ganhos por categoria traz mais clareza para onde vão seus recursos. Além disso, reforça a sensação de ter mais controle sobre eles.

No texto a seguir, você confere dicas práticas de como dividir o salário e sugestões para cuidar melhor das finanças. Vamos lá!

Porque dividir o salário é importante?

Dividir o salário faz com que você organize sua vida financeira a partir de dois pontos: identificar gastos desnecessários e focar em despesas que trarão mais benefícios. Vamos aos detalhes:

Identificar gastos

O primeiro ponto é saber para onde vai seu dinheiro. A gente sabe que boa parte dos brasileiros não costuma acompanhar as finanças e muitos se assustam com o valor da fatura do cartão de crédito. Já aconteceu com você?

Pois bem, ao observar quanto se gasta por categoria fica mais fácil saber:

- qual tipo de despesa é responsável pela maior parte dos seus gastos, como os pequenos gastos com transporte por aplicativo que se acumulam;
- quais gastos tem sido excessivos e até estourado o seu orçamento, como aquele parcelamento que você achou que não pesaria no bolso, mas acabou te apertando;
- se há “despesas invisíveis”, como taxas e multas por pagar as contas atrasadas por desorganização;
- onde há desperdícios, como pagar academia e não ir ou assinar diversos serviços de streaming e não usar todos.

Focar em despesas que trarão resultados

Você não aguenta mais não sair do lugar e ainda vê as conquistas dos amigos por terem se preparado financeiramente? É hora de entender como mudar isso.

Ao olhar para as suas despesas atuais, será que você precisa de tudo o que está gastando? Observe:

- a quantidade de roupas e acessórios que adquiriu nos últimos três meses;
- se realmente usa todos os serviços de streaming;
- a possibilidade de trocar algumas saídas com o carro para fazer algo a pé ou usando o transporte público;
- o volume de sobras de comida que vão para o lixo;
- se tem produtos e remédios vencidos;
- como está o consumo de água e luz;
- se consegue poupar algum valor por mês para planos futuros, como trocar um eletrodoméstico e pagar à vista e com desconto, fazer um curso ou uma viagem.

Procure reduzir os desperdícios para que sobre dinheiro para emergências, novos planos, investimentos e planejar a aposentadoria.

Agora que você entendeu a importância de ter consciência sobre o uso do seu salário, é hora de entender como separar por categorias. Confira!

Como dividir o salário?

Depois de fazer uma análise do seus custos, é hora de categorizar as despesas para dividir o salário.

Existem alguns métodos de como dividir o salário para você conhecer e escolher qual se encaixa para o seu momento. Se essa é a sua primeira vez colocando a mão na massa, você pode começar com as opções mais fáceis de aplicar e avançar para outras mais completas.

O ponto mais importante dessa organização financeira é que você repita todos os meses. Assim que o pagamento cair na conta, lembre-se de fazer essa divisão!

Se você recebe em diferentes datas, avalie o valor médio da sua receita nos últimos três meses para saber quanto vai para cada categoria por mês. Se preferir, você pode fazer a divisão em cada valor que receber.

Para aplicar qualquer um desses métodos, você precisa saber qual é a sua renda líquida mensal. Ou seja, é a quantia que cai na sua conta. Confira a seguir quais são os métodos de como dividir o salário:

Método 50, 30, 20

Os números se referem aos percentuais de quanto vai destinar para cada área das suas finanças. Ela funciona assim:

- 50% para gastos essenciais: metade do seu salário vai para despesas importantes como água, energia, gás, escola dos filhos, alimentação, etc.;
- 30% para gastos dispensáveis: nessa categoria estão os custos com lazer, como ida ao restaurante, compras, shows, além de serviços de streaming e assinatura de aplicativos;
- 20% para reserva e investimentos: use esse valor para pagar suas dívidas, ter uma reserva para imprevistos e ainda investir em planos futuros. Parece muita coisa, mas é possível e o seu comprometimento todo mês é que fará a diferença!

Método 70, 30

Ele é bem semelhante ao método anterior. A diferença aqui é que você aprende como dividir o salário em apenas duas categorias:

- 70% para gastos essenciais e dispensáveis: ele junta as quantias do método anterior, mas com um limite de gastos menor, em até 70% do seu salário ( soma dos método anterior seria 80%);
- 30% para reservas e investimentos: aqui o comprometimento com o seu futuro financeiro é maior. A prioridade dessa quantia é quitar dívidas, ter sua reserva de emergência e poupar para projetos de curto, médio e longo prazo.

Em termos de organização, o método 70, 30 é mais fácil de começar e é indicado para quem tem dívidas pendentes, já que a reserva é maior. Agora, se os seus gastos são muito elevados, o método 50-30-20 vai ajudar a enxugar os custos mais rápido.

Método do envelope

Essa opção é para quem quer e precisa acompanhar os gastos mais de perto. Defina as principais categorias de gastos e escreva o nome de cada uma por envelope.

Guarde em cada envelope a quantia média que você geralmente paga por mês. Para fazer isso, veja como foi o consumo de cada categoria nos últimos três a seis meses.

Assim que receber o salário, você pode sacar e guardar nos envelopes para fazer o controle. A cada vez que precisar de dinheiro para alguma despesa, você vai no envelope da categoria. Além dos gastos, vale ter um envelope para poupar também.

A intenção é que você respeite o limite de gastos e evite usar cartão de crédito ou limite do banco.

Com o tempo, você vai entender onde está gastando mais e poderá ajustar os limites para cada área. O método também pode ser um estímulo para você e seus familiares economizarem todos os meses.

Método dos 6 potes

Ele tem a mesma proposta dos envelopes. A diferença é que aqui já existe uma sugestão de categorias e o percentual para cada uma:

- Pote 1 - 55% para despesas essenciais;
- Pote 2 - 10% para lazer;
- Pote 3 - 10% para planos de longo prazo, como a aposentadoria;
- Pote 4 - 10% para educação (sua e de seus familiares);
- Pote 5 - 10% para reservas, como a de emergência e objetivos de médio prazo;
- Pote 6 - 5% para caridade e presentes.


O método dos potes é apenas uma metáfora para organizar visualmente a quantidade de dinheiro que temos em mãos. A separação pode ser feita por aplicativos e planilhas também.

Outras dicas para organizar as finanças

Agora que você entendeu como dividir o salário, pode utilizar outras ferramentas para ajudar a manter esse controle. Algumas opções são:

- utilizar planilhas para acompanhar quanto está gastando por categoria e quanto está conseguindo poupar por mês;
- usar aplicativos onde você cria as categorias que quiser e pode definir um limite de gastos para cada. Você informa as receitas e despesas e faz o controle no dia a dia;
- ter uma lista dos seus planos futuros, inclusive pequenas compras ao longo do ano. É uma maneira de ir poupando e aproveitar períodos de grandes promoções como a Black Friday ou negociar valores na compra à vista;
- bloqueie temporariamente os cartões de crédito físico e virtual para dificultar fazer alguma compra por impulso. Quando realmente precisar é só desbloquear antes;
- fazer o desafio das 52 semanas. Você começa poupando R$ 2 reais na primeira semana e repete o valor da semana anterior com o acréscimo de R$ 2 toda vez (R$ 2, R$ 4, R$ 6…). Ao final do desafio, você vai juntar R$ 2.756.

A opção Guardar Dinheiro também é uma ótima ferramenta para quem tem conta aqui no BV. Você cria algumas categorias, como “curso” ou “reserva de emergência” e define um prazo para juntar o valor desejado.

Você pode retirar seus recursos quando quiser. Enquanto você poupa, seu dinheiro vai rendendo todos os dias e acima da poupança.Agora que você já conhece todas as ferramentas de como dividir o salário, aproveite para aprender a fazer seu planejamento financeiro!

“Através do nosso blog você tem acesso às informações atualizadas e relevantes do mercado financeiro. No entanto, as informações aqui apresentadas têm como única intenção o caráter informativo, estando baseadas em dados de conhecimento público, não significando, portanto, quaisquer compromissos por parte do Banco BV e não constituem uma obrigação ou um dever para o leitor. O conteúdo disponibilizado é elaborado por terceiros e publicado pelo Banco BV. O Banco BV e suas empresas coligadas se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material e de seu conteúdo. Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800 728 0083 ou pelo e-mail sac@bv.com.br. Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661. Se desejar entrar em contato com a Ouvidoria, ligue para 0800 707 0083 (Deficientes Auditivos e de Fala: 0800 701 8661)”.

Atendimento BV