Como saber se você consegue fazer um financiamento de carro?

Está pensando em fazer um financiamento de carro, mas tem dúvidas sobre essa modalidade de compra? Preparamos este conteúdo para esclarecer os principais pontos sobre financiamento auto e como se planejar para fazer um com total segurança. Confira!

Categoria: Crédito , Financiamento de Veículos

O financiamento se tornou um dos meios mais comuns para a compra de todo tipo de bens. Hoje, grande parte da população recorre a essa modalidade para alcançar o sonho da casa própria ou do novo carro. Por essa razão, fazer um financiamento é parte da realidade de muitos brasileiros.

Contudo, apesar da popularidade dos contratos de financiamento de carro, muitas dúvidas ainda surgem em relação ao seu funcionamento. Por se tratar de uma operação financeira, há uma série de questões mais técnicas que necessitam ser bem esclarecidas, a fim de que não aconteçam problemas futuros.

Além disso, fazer um financiamento de veículo depende de uma avaliação pessoal, na qual você deve considerar principalmente as suas condições financeiras para arcar com os pagamentos durante todo o período e com os custos adicionais que o carro novo pode gerar.

Para ajudar você a entender melhor sobre o assunto, conversamos como o Carlos Roberto Kiyoshi Kaga, Gerente de Negócios Centralizados da BV, que deu algumas informações valiosos para mostrar se você consegue fazer um financiamento de carro com tranquilidade. Confira!

Como funciona o financiamento?

O contrato de financiamento é algo relativamente simples. De maneira resumida, ao financiar um bem, como um carro, a instituição financeira paga o valor do veículo que você deseja adquirir ao vendedor e você passa a dever a financeira, pagando-a mensalmente, de acordo com as regras estabelecidas no contrato.

Existem diferentes modalidades de financiamento disponíveis no mercado atualmente. A mais usual delas para a compra de veículos é o CDC (Crédito Direto ao Consumidor). A principal característica dessa modalidade de financiamento é o custo mais baixo, já que nela o bem adquirido fica vinculado ao contrato como uma garantia — o que reduz o valor dos juros.

Por esse motivo, ao financiar um carro via CDC, enquanto o financiamento não for quitado, o veículo fica alienado à instituição financeira. O que isso significa? Significa que você não poderá vendê-lo ou transferi-lo para um terceiro, sem que a financeira autorize.

O que saber antes de solicitar o financiamento do carro?

Existe uma série de cuidados que você deve adotar antes de decidir por fazer um financiamento. Afinal, estamos falando de uma obrigação que se estenderá por um longo prazo e que, por isso, você precisa se planejar para cumpri-la sem dores de cabeça.

A seguir, com o auxílio do Kiyoshi, listamos algumas das principais questões para ter em mente. Confira!

Levantamento da situação financeira atual

O ponto de partida para saber se você consegue fazer um financiamento de carro é ter plena consciência da sua situação financeira atual e, também, futura. Ou seja, é fundamental que você avalie suas finanças pessoais, levando em conta quais são suas despesas fixas, seus gastos variáveis e ainda considere aqueles gastos imprevisíveis, mas que certamente surgirão.

É muito comum que instituições financeiras concedam o crédito ao cliente e, com o passar dos anos, ele se torne inadimplente. A principal causa disso é falta de planejamento a longo prazo. Por isso, se não quer sofrer com esse tipo de problema, é essencial ter todas as informações na ponta do lápis.

Além disso, ao optar por fazer um financiamento, é preciso ter os pés no chão, assumindo gastos dentro da sua realidade financeira. Lembre-se de que, apesar de não se saber quando, os imprevistos acontecem. Então, ao se planejar financeiramente, tenha sempre uma reserva para qualquer emergência.

Análise dos gastos com o veículo

Outro fator que você precisa considerar ao fazer um financiamento de carro é que, além das parcelas do financiamento, existem outros custos envolvidos com a própria manutenção do seu carro novo.

Nesse sentido, é preciso lembrar dos gastos com combustível, seguro e tributos, como o IPVA. Vale destacar que, a depender do valor do carro adquirido, os custos com seguro e IPVA podem ser ainda mais altos, já que eles variam de acordo com o valor do bem.

No mais, é sempre importante considerar que um carro também necessita de revisões periódicas, além de manutenções — quesitos que certamente podem pesar no orçamento. "Como a manutenção é algo meio imprevisível, seria importante que o cliente reservasse um fundo para isso, separando uma pequena quantia por mês para esse tipo de eventualidade", declara Kiyoshi.

Como fazer um financiamento de veículo?

O processo de financiamento de um carro é algo bastante simplificado. Hoje, com o apoio da tecnologia e da internet, o procedimento é mais ágil e o cliente rapidamente tem sua proposta analisada, podendo fechar o negócio.

"É importante que o cliente tenha um planejamento do financiamento, para ver se essa nova despesa se encaixa dentro da renda que ele tem", afirma Kiyoshi.

Antes disso, no entanto, existem alguns passos que precisam ser seguidos. São eles:

- escolha do carro a ser adquirido;
- avaliação do valor disponível para dar de entrada — lembre-se de que quanto maior for a sua entrada, menor será a parte financiada e, consequentemente, os custos do financiamento;
- escolha da instituição financeira que concederá o crédito;
- reúna os documentos;
- avaliação de crédito — cada instituição utiliza critérios próprios para avaliar a condição financeira do cliente, seu histórico de compras a prazo no mercado e os riscos da operação;
- assinatura do contrato;
- liberação do crédito ao vendedor;
- recebimento do bem.

Escolha da instituição financeira

Entre as etapas listadas, a definição da instituição financeira, sem dúvida, tem uma grande importância. Ir em busca de empresas sérias, comprometidas com os seus objetivos e com os seus sonhos, é o melhor caminho para alcançá-los.

A BV é referência nacional em serviços financeiros e está presente em mais de 20 mil revendas de automóveis de todo o país. Ao optar pelo financiamento BV, além de toda a segurança, você terá suporte especializado em todas as etapas.

Com foco total na transparência, seja nas unidades da BV, seja nas revendas credenciadas, você terá todas as informações de que necessita para decidir com segurança, como taxas, condições, juros e custo efetivo total do contrato. Tudo será apresentado e detalhado para você antes do fechamento. "Temos todo um programa de atendimento estruturado para colocar o cliente e as suas necessidades em primeiro lugar", declara Kiyoshi.

Além do mais, a BV também oferece a possibilidade de se fazer simulações de financiamento, tanto presencialmente quanto online, considerando o valor de entrada, a quantidade e o valor das parcelas que melhor se adequam ao seu orçamento.

Com diferencial, a BV tem um processo de análise de crédito simplificado, que exige apenas alguns documentos básicos, como:

- RG, CPF ou CNH;
- conta de consumo.

Assim, após a entrega da documentação, em poucos minutos você terá uma resposta sobre a sua proposta e poderá prosseguir com a negociação, seja em uma concessionária, seja com um particular.

Por fim, fazer um financiamento para a compra de um carro se tornou uma das alternativas mais utilizadas pelos brasileiros. No entanto, como vimos, para que seu sonho se concretize, existem alguns pontos que precisam ser avaliados — o que não será mais um problema para você, não é mesmo?

Agora que você já está mais bem informado sobre o financiamento de carro, aproveite para fazer uma simulação com a BV. Acesse a nossa página e siga os passos. É simples, é rápido, é banco BV!

Atendimento BV