Busca Categorias

Descubra mais conteúdos

Publicado em

09/02/23 09:00

por

Equipe BV Inspira

O que são Smart Cities e como funcionam? Confira!

A evolução das cidades é uma realidade, não é mesmo? Mudanças acontecem cada vez mais rapidamente nos centros urbanos e muitas delas por conta da tecnologia. E é exatamente por isso que você precisa entender como a Internet das Coisas se relaciona com as Smart Cities.

A tecnologia e a inovação permitem o desenvolvimento das cidades em centros urbanos mais eficientes, sustentáveis e atrativos. O que acha, então, de conhecer um pouco mais sobre como esses dois conceitos se relacionam? Continue a leitura e descubra!

Afinal, o que são Smart Cities?

As Smart Cities são cidades que se desenvolvem a partir da implementação da tecnologia em diferentes áreas e setores. Com o uso de inovações tecnológicas, as cidades se tornam mais inteligentes, facilitando a rotina dos seus moradores e contribuindo para um crescimento sustentável urbano.

As cidades inteligentes são aquelas que utilizam a tecnologia em diferentes campos para oferecer soluções eficientes e sustentáveis para seus moradores.

Por exemplo, já imaginou se o sistema de trânsito de uma cidade fosse conectado com o horário de trabalho de empresas da região? O fluxo de carros poderia ser adaptado de acordo com os horários para que os congestionamentos não acontecessem.

O conceito de Smart Cities também pode ser aplicado no setor financeiro, com diferentes instituições se comunicando por meio de um mesmo sistema, capaz de centralizar todas as informações de maneira segura e prática.

Quais os quatro pilares das Smart Cities?

Mulher sorridente de cabelos cacheados médios, segura xícara de café amarela e digita no computador.
Legenda: As Smart Cities estão ligadas à conectividade, qualidade de vida, segurança, meio ambiente e economia.

As Smart Cities são aquelas que utilizam tecnologias para coletar e analisar informações e criar ideias novas e, além dos aspectos que a compõem, esses tipos de cidade inteligente possuem alguns pilares que contribuem para organizar e nortear essa evolução.

Conectividade

conectividade é um fator fundamental para o funcionamento das Smart Cities, já que ela auxilia no compartilhamento e processamento de dados em menor tempo. Além disso, a conectividade é responsável por facilitar a comunicação de informações do cotidiano com os moradores do centro urbano.

Mobilidade

Outro ponto de importância para a construção de Smart Cities é a mobilidade para facilitar o acesso da população ao trabalho, escolas e áreas de lazer, sem que sejam sobrecarregados.

Segurança

segurança física e digital são fatores essenciais na formação das Smart Cities, visando uma melhor qualidade de vida a população e instituições presentes.

Sustentabilidade

sustentabilidade é um pilar fundamental nas Smart Cities, com a criação de projetos que visem diminuir os impactos ambientais e o melhor aproveitamento de recursos naturais.

 

Quais são os impactos das Smart Cities?

As Smart Cities podem ser boas opções para tornar as cidades mais inteligentesplanejadas e com melhor qualidade de vida. No Brasil, por exemplo, já existem algumas Smart Cities, como Curitiba, Paraná, um dos maiores centros urbanos de desenvolvimento e modernidade, segundo o Índice de Comunidade Inteligente.

Mas, afinal, quais são os impactos das Smart Cities na realidade de empresas e população? Separamos alguns dos principais benefícios que elas trazem, confira!

Economia

As cidades inteligentes podem auxiliar na promoção de uma economia mais sustentável e menos agressiva por meio de planejamentos estratégicos para suprir as demandas dos trabalhadores e das indústrias, empreendedores e outras instituições. Além disso, devido a modernização, as oportunidades de empregos também podem ser maiores.

Energia

As Smarts Cities permitem que as cidades realizem um gasto mais inteligente de energia. De acordo com a época do ano e as condições climáticas, é possível calcular quanto das energias renováveis podem ser utilizadas, por exemplo.

Todo esse planejamento resulta em economias significativas não apenas para os cofres de um município, mas também para o meio ambiente.

Eficiência de serviços públicos

Com a conexão entre diferentes sistemas públicos da cidade, a famosa burocracia pode ser reduzida consideravelmente. O que representa não só economia de tempo e recursos financeirosmas também maior qualidade de vida para a sua população. Com mais dinheiro disponível, mais investimentos podem ser feitos em setores que tornam a cidade ainda melhor.

Mobilidade

A circulação de veículos nas ruas e estradas de uma cidade pode ser pensada de maneira mais inteligente com a utilização da tecnologia. Os diferentes sistemas conectados permitem uma troca de informações que facilitam o controle de tráfego para, por exemplo, reduzir os congestionamentos.

Em um cenário em que a sociedade cobra por mais inteligência na hora de utilizar os recursos disponíveis — sejam eles naturais ou não —, é muito importante que as grandes cidades se desenvolvam a partir da tecnologia sustentável.

Assim, é possível construir centros urbanos que aliam sustentabilidade e qualidade de vida para todos que dividem aquele espaço.

Qual a tecnologia das Smart Cities?

Mulher sorridente utilizando celular e em pé na rua.
Legenda:  Smart Cities dependem e muito de tecnologias inovadoras.

É inegável que a tecnologia tem grande influência no desenvolvimento das cidades inteligentes, uma vez que muitos de seus recursos dependem do campo digital, como a coleta de dados e projetos sustentáveis que contribuem na otimização e conectividade dos moradores com a cidade.

Uma das principais tecnologias que viabilizam as Smart Cities é a chamada Internet das Coisas (IoT) que oferece indicadores confiáveis e relevantes sobre os centros urbanos.

O que é IoT?

Internet das Coisas (IoT) é  um sistema que conecta diferentes dispositivos por meio da internet. A partir dessa maior conexão entre ferramentas, é possível estruturar um fluxo de trabalho muito mais integrado e eficiente.

Utilizando a Inteligência Artificial, esse sistema conectado não necessita da intervenção humana para realizar ajustes, correções ou melhorias ao longo de um processo. Dentro de uma fábrica com uma linha de produção com cinco máquinas, por exemplo, todas elas vão se comunicar constantemente, garantindo que todo o sistema atinja um alto nível de performance.

O IoT representa a evolução da Inteligência Artificial, já que não restringe a capacidade de interpretar informações a apenas uma máquina. São várias dessas mesmas máquinas que se conectam e conseguem se comunicar entre si.

Com a quantidade cada vez maior de informações e dados relevantes gerados, é um conceito que se torna essencial para uma maior eficiência e precisão, viabilizando a formação de cidades inteligentes.

Como as Smart Cities se relacionam com a Internet das Coisas?

As Smart Cities e a Internet das Coisas se relacionam precisam umdo outro para existir e funcionar com precisão. Afinal, é necessário que diferentes sistemas inteligentes se conectem e troquem informações entre si para que todos os exemplos listados possam ser colocados em prática.

Ou seja, as Smart Cities dependem da implementação do conceito de Internet das Coisas em organizações, instituições e sociedade como um todo. São os avanços e inovações que vão permitir a adoção de processos mais eficientes dentro da realidade de uma cidade. Em resumo, IoT é o viabilizador do conceito das cidades inteligentes.

Além disso, tecnologia e inovação também significam mais sustentabilidade. Uma cidade com uso mais inteligente dos seus recursos elétricos — o que seria possível com o monitoramento do uso de energia em edifícios, espaços públicos e estabelecimentos —, por exemplo, se torna mais sustentável.

Outras vantagens que a Internet das Coisas proporcionam para as cidades inteligentes através de um sistema inteligente de coleta de dados são:

  • saúde de qualidade e inovadora;
  • gestão inteligente de recursos e tempo;
  • gestão pública mais participativa;
  • mobilidade sustentável;
  • maior conectividade;
  • expansão da economia da cidade.

As Smarts Cities, como o nome indica, representam cidades que sabem utilizar melhor os seus recursos naturais, financeiros e humanos. Tudo isso por meio da tecnologia e da inovação — que pode acontecer a partir da IoT.

Agora que você já sabe mais sobre as Smart Cities e como elas podem contribuir para a criação de uma sociedade muito mais sustentável, o que acha de fazer com que mais pessoas se familiarizem com o conceito? É muito simples: compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Através do nosso blog você tem acesso às informações atualizadas e relevantes do mercado financeiro. No entanto, as informações aqui apresentadas têm como única intenção o caráter informativo, estando baseadas em dados de conhecimento público, não significando, portanto, quaisquer compromissos por parte do banco BV e não constituem uma obrigação ou um dever para o leitor. O conteúdo disponibilizado é elaborado por terceiros e publicado pelo banco BV. O banco BV e suas empresas coligadas se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material e de seu conteúdo. O banco BV nunca solicita o envio da sua senha. Nós não pedimos depósitos antecipados para liberação de crédito.

Descubra mais conteúdos

Fale com a gente pelo Whatsapp BV

Aponte a câmera do seu celular pro QR Code aqui em cima e tire suas dúvidas com a gente.
Aproveita e já salva o nosso número: (11) 3003-1616
Fechar