Financiamento de moto: o que é preciso e como contratar?

Leia este conteúdo e aprenda o que é, como funciona e o que é preciso para contratar um financiamento de moto!

Categoria: Financiamento de Veículos

A moto é uma opção de transporte indicada para quem quer otimizar o tempo de deslocamento e economizar no consumo de combustível. Esse tipo de veículo tem um preço mais atrativo para quem não pretende investir uma quantia maior em um carro.

Esse é o seu caso? Se você também não tem como esperar meses, ou anos, para juntar o valor total e comprar esse bem à vista, o financiamento de moto pode ser a solução ideal. Com ele, você já pode usar o veículo enquanto paga as parcelas.

Continue a leitura e confira o texto abaixo para entender como fazer um financiamento de moto com tranquilidade e sem comprometer sua saúde financeira. Acompanhe!

O que é e como funciona o financiamento de moto?

O financiamento de moto é uma operação financeira em que você pega dinheiro emprestado de um banco ou instituição e compra sua moto em uma loja ou concessionária.

Enquanto uma loja trabalha com diversas marcas, a concessionária vende apenas os modelos de uma mesma montadora. E cada uma dessas empresas pode ter parceria com diferentes bancos e financeiras para facilitar o seu financiamento.

Nesse tipo de operação, a empresa que vende a moto vai receber o valor integral do veículo e liberá-lo para você. Seu compromisso de pagamento, então, passa a ser com a instituição financeira onde contratou o crédito.

O financiamento de moto também é conhecido como Crédito Direto ao Consumidor (CDC), onde o dinheiro tem uma finalidade específica. No caso, a compra de um veículo.

O que é preciso para financiar uma moto?

Sua relação com o dinheiro será determinante para conseguir boas condições em um contrato de financiamento de moto. O banco ou a instituição escolhida vai analisar seu score de crédito, que é uma pontuação sobre como você usa seus recursos.

Essa pontuação é feita por empresas de análise de crédito, como a Serasa e o SPC. Elas avaliam informações relevantes, como:

    - seu histórico de pagamento: se tem dívidas atrasadas e nome negativado;
    - seus hábitos de consumo: quais dívidas está pagando atualmente, se paga em dia ou sempre atrasa, se é à vista ou parcelado, etc.

A pontuação varia de 0 a 1000, sendo a mais baixa para casos mais críticos e a maior para quem tem chances de ter crédito aprovado com mais facilidade.

A instituição financeira vai consultar qual é o seu score e também vai avaliar sua renda atual. Portanto, você precisa ter uma fonte de renda para mostrar que terá dinheiro para as parcelas. A partir disso, a análise vai concluir em quais condições você pode assumir um financiamento de moto.

Antes de pedir um financiamento de moto, é preciso entender como ele funciona e ver dicas para aumentar a sua chance de aprovação!

Como melhorar a pontuação?

Para melhorar o seu score, é preciso pagar as contas em dia e evitar criar novas dívidas. Ou seja, a maior dica que temos para você é gastar apenas com o que for essencial, tendo responsabilidade financeira.

Essas medidas ajudam, inclusive, a juntar dinheiro para dar de entrada no seu financiamento, o que pode ajudar a minimizar as parcelas.

Existe financiamento de moto para negativado?

É bem difícil conseguir um financiamento quando está negativado. Para a instituição financeira, é um risco maior de não receber o dinheiro de volta. Por isso, os juros costumam ser bem elevados.

O primeiro passo para financiar moto com nome sujo é fazer acordos com as empresas onde possui dívida em atraso. Você pode negociar valores e prazos e, ao assumir esse pagamento, já pode fazer o pedido para limpar seu nome. Isso significa que você terá uma nova despesa no seu orçamento. No entanto, terá mais chances de conseguir um financiamento de moto.

Outra possibilidade para facilitar a aprovação do financiamento é aumentar o valor da sua entrada para reduzir o montante a ser financiado.

Qual é a renda mínima para financiar uma moto?

Não existe uma renda mínima para conseguir o financiamento de moto. Mas, uma prática do mercado é liberar o crédito somente quando as prestações não passam de 30% da renda do trabalhador.

Por exemplo, você recebe um salário de R$ 2 mil por mês. O valor total que pode usar para pagar dívidas de empréstimos e financiamentos não pode passar de R$ 600.

Isso acontece porque se uma pessoa usar mais do que 30% da sua renda para contratos de crédito, existe o risco de não conseguir custear suas despesas básicas. Como consequência, ela pode ficar inadimplente com as parcelas que assumiu.

Que tal conferir condições únicas para financiar o seu veículo? Clique no banner abaixo e saiba mais sobre o Feirão BV Tá ON!

Qual é o melhor banco para financiar uma moto?

A melhor instituição financeira é aquela que tem uma proposta que se encaixa com as suas possibilidades.

O BV, por exemplo, tem parcerias com lojas em todo o Brasil para financiar veículos e facilita algumas condições, como parcelas de até 60 meses.

Como financiar uma moto? Veja 5 passos

Financiar uma moto é uma maneira de facilitar a conquista do seu sonho!

Confira, a seguir, quais são as etapas para você financiar uma moto e o que precisa saber de mais importante em cada uma delas:

1. Analise seu orçamento

Saiba quanto poderá pagar por mês no financiamento. É uma maneira de estar mais preparado para negociar condições, além de mostrar que tem controle sobre o seu dinheiro.

Pegue um extrato das suas contas e liste as receitas e despesas dos últimos 12 meses. Veja qual foi a quantia média de receitas e de gastos. Não esqueça de analisar também os custos sazonais, como matrículas e IPTU do imóvel.

Dessa forma, você terá uma média de quanto sobra por mês para assumir um financiamento. Com essa informação, defina um valor limite de quanto poderá pagar mensalmente.

2. Faça uma pesquisa de mercado

Qual é o seu objetivo com essa moto? Trabalhar, ir e voltar para o emprego ou para sair com ela de vez em quando?

Pesquise qual o modelo mais indicado para o que deseja. Leve em conta fatores como:  

    - potencial do motor;
    - funcionalidades;
    - fatores de segurança;
    - economia de combustível;
    - facilidade de manuseio.

Veja o valor médio de uma moto no padrão que você deseja e quais são os modelos disponíveis no mercado. Lembre-se que, além da prestação do financiamento, você terá custos extras como acessórios, combustível, manutenção e seguro.

3. Compare preços e condições

Procure por lojas ou concessionárias confiáveis no mercado e veja a relação de instituições financeiras parceiras. Faça a simulação do seu financiamento e compare valores, quantidade de parcelas, qual é a taxa de juros e valor de entrada.

Hoje em dia, é possível financiar entre 36 e até 72 meses. Além disso, também existe a possibilidade de comprar uma moto sem dar entrada, mas você vai pagar essa diferença no preço, com juros maiores nas parcelas. Portanto, é preciso se planejar!

4. Entregue os documentos 

Depois de escolher a empresa onde vai comprar a moto e a instituição onde fará o financiamento, é hora de seguir para a documentação. Você precisa apresentar:

    - RG;
    - CPF;
    - Comprovante de residência;
    - Comprovante de renda.

Depois disso, você vai passar pela análise de crédito para ter o financiamento aprovado.

5. Assine o contrato 

Com o financiamento já aprovado, é o momento de tirar todas as dúvidas e ler o contrato antes de assinar. Revise se o que foi informado na negociação também consta no documento. Veja o valor das parcelas, tempo de financiamento e taxas.

Após assinar, a liberação é feita e você pode retirar sua moto!

É possível financiar uma moto usada?

Se você tiver um orçamento menor para adquirir uma moto, a solução pode ser investir em um veículo seminovo!

Sim, você consegue fazer o financiamento de moto usada, mas fique de olho se a instituição financeira vai aceitar, já que algumas empresas limitam o crédito para veículos de até oito ou dez anos de fabricação.

Como financiar uma moto usada?

Uma moto usada tem a vantagem de ter um preço ainda mais baixo, o que facilita para quem não tem como financiar um veículo novo. Mas você deve ter alguns cuidados nessa operação para que o barato não fique ainda mais caro.

Para financiar moto usada, você deve:

    1. Analisar sua situação financeira para saber quanto pode pagar por mês de prestação;
    2. Qual é a marca e modelo que deseja e de que ano pretende comprar;
    3. Avalie as condições da moto e o estado de conservação;
    4. Veja se a documentação dela está em dia;
    5. Pesquise preços e condições do veículo para avaliar o melhor custo-benefício;
    6. Veja qual é a taxa de financiamento na instituição financeira e se realmente é mais vantajoso do que adquirir uma moto nova;
    7. Para evitar golpes, recorra a empresas de confiança e não faça depósito antecipado antes de assinar o contrato;
    8. É obrigatório ter a vistoria veicular para fazer o financiamento e ter mais garantia da operação, das condições do veículo e da legitimidade da documentação;
    9. Entregue seus documentos para fazer a análise de crédito e, se for aprovado, assinar o pedido de financiamento e realizar a transferência do veículo para o seu nome.

Financiamento de moto BV

O BV está há mais de 30 anos no mercado e conta com lojas parceiras por todo o país para você encontrar a moto que deseja. Além disso, o financiamento conta com o suporte de um especialista para acompanhar a negociação caso compre o veículo de outra pessoa física.

O financiamento de moto com o BV é bem prático, confira a seguir:

    - você pode tirar todas as suas dúvidas com profissionais de uma de nossas lojas parceiras;
    - ao fazer o pedido de financiamento, é só apresentar os documentos necessários e aguarda a análise de crédito;
    - depois de aprovado, você pode assinar o contrato digitalmente;
    - o BV transfere o valor do veículo para a loja ou a pessoa física que vendeu e você já pode receber a moto!
    - depois disso, é só você se cadastrar no aplicativo do BV para acompanhar e pagar suas parcelas em dia!

Quer saber melhor como é fácil fazer negócio com o apoio do BV? Faça sua simulação do financiamento de moto com a gente agora!

Já ouviu falar no Feirão BV Tá ON? Clique no banner abaixo e simule o seu financiamento de veículos com taxas exclusivas!

“Através do nosso blog você tem acesso às informações atualizadas e relevantes do mercado financeiro. No entanto, as informações aqui apresentadas têm como única intenção o caráter informativo, estando baseadas em dados de conhecimento público, não significando, portanto, quaisquer compromissos por parte do banco BV e não constituem uma obrigação ou um dever para o leitor. O conteúdo disponibilizado é elaborado por terceiros e publicado pelo banco BV. O banco BV e suas empresas coligadas se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material e de seu conteúdo. Se preferir, ligue para a gente. Dúvidas, sugestões e reclamações sobre produtos e serviços, 24 horas, 7 dias por semana, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor pelo telefone 0800 772 8028 ou pelo e-mail sac@bv.com.br. Caso queira contatar nossa Ouvidoria, ligue para 0800 707 0083, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18hs, exceto feriados nacionais. Pessoas com deficiência Auditiva e de Fala liguem para 0800 771 0755, com atendimento disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se desejar entrar em contato com a Ouvidoria, ligue para 0800 701 8861, disponível de segunda à sexta-feira, das 9h às 18hs, exceto feriados nacionais. Para falar sobre Empréstimos e Financiamentos ligue para nosso Serviço de Atendimento ao Consumidor pelo telefone 0800 770 3335, disponível 24 horas, 7 dias por semana. Cartões: 0800 772 8028 ou para ligações exteriores: 55 11 5541 5000 (sujeita à cobrança).”

 

Atendimento BV