Quais são os 4 principais mitos sobre o Open Finance? Confira aqui

O conceito de Open Finance é relativamente novo no mercado, o que gera alguns mitos a respeito do tema. Que tal esclarecê-los neste conteúdo?

Categoria: Open Banking

Categoria: Open Banking

transformação digital está modificando completamente o mercado financeiro. Novas soluções surgiram e modelos de negócio foram criados. Além disso, alguns conceitos prometem impactar ainda mais o setor com inovações disruptivas. Uma das mais importantes é, sem dúvidas, o Open Finance, mas que ainda pode ser visto com desconfiança por conta de alguns mitos sobre o tema.

Da tradução do termo sendo utilizada de forma incorreta — como se os dados ficassem, de fato, abertos para qualquer um — até possíveis taxas que serão cobradas dos clientes. Como qualquer mudança significativa, o Open Finance também acaba criando algumas dúvidas sobre os seus reais impactos. A realidade, porém, é que muitas dessas informações não são tão precisas.

Que tal, então, eliminar os principais mitos sobre o Open Finance e entender um pouco mais como ele pode contribuir para a evolução do setor financeiro? Continue a leitura deste artigo para tirar todas essas dúvidas e seguir bem informado sobre um conceito cada vez mais importante no mercado. Confira!

Qual é a importância de saber mais sobre o Open Finance?

Quando as fintechs surgiram, muitos diziam que seria o fim dos bancos tradicionais. Os anos passaram e vimos que não foi isso que aconteceu. Ao invés de fechar espaço no mercado, a entrada das fintechs trouxe ainda mais dinamismo para o sistema financeiro. Quando algo tão disruptivo surge no mercado, é natural que gere dúvidas, questionamentos e, até mesmo, mitos sobre o tema. E é exatamente por isso que entendemos a importância sobre trazer informações reais sobre o assunto.

Já imaginou quantas oportunidades podem ser perdidas simplesmente por não buscar conhecer um tema? O Open Finance é o exemplo perfeito para isso: é um passo significativo para um mercado cada vez mais justo e amplo de opções e ofertas para os clientes. Segurança, inovação e liberdade são apenas alguns dos benefícios dessa proposta inovadora.

Quais são os 4 mitos de Open Finance que você deve eliminar?

Sendo assim, é fundamental buscar o que é verdade e o que são apenas mitos que podem fechar portas e oportunidades para você. Para ajudar você a esclarecer essas dúvidas, separamos alguns dos principais mitos sobre open finance e mostramos qual é a verdade por trás deles. Confira!

1. Será o fim dos bancos

Por permitir o compartilhamento entre instituições de dados que antes eram fechados, pessoas acabam confundindo o impacto do Open Finance, como se fosse prejudicial aos bancos. A realidade, porém, é bastante diferente, já que a tendência desse novo conceito é o fortalecimento do relacionamento entre instituições e clientes, trazendo criação de valor para ambos. Assim, podemos esperar uma nova era no mercado financeiro, com mais personalização e assertividade nos serviços prestados.

2. Os bancos poderão utilizar os meus dados sem eu saber

Esse é um dos maiores mitos do Open Finance, por vários fatores. O primeiro deles é pelo fato de que apenas você pode dar o consentimento para o compartilhamento de seus dados, a partir de um procedimento totalmente seguro.

O segundo é que, por determinação do regulamento do Open Finance, as instituições participantes devem informar ao cliente para qual finalidade os dados serão utilizados, assim como também devem informar quais os dados serão compartilhados para aquela finalidade, cabendo ao cliente decidir se quer ou não compartilhar dados adicionais.

Além disso, o período de compartilhamento de dados também será determinado pelo cliente, com prazo máximo de 12 meses. O cliente poderá cancelar o compartilhamento a qualquer momento.

3. Poderão fazer transações bancárias por mim

Outro mito infundado sobre o Open Finance é de que os bancos poderão fazer transações bancárias ou contratação de produtos pelo cliente. Como falamos anteriormente, toda instituição participante do Open Finance deverá ser responsável por informar a finalidade do compartilhamento do dado para o cliente, ou seja, para qual objetivo aquele dado será utilizado.

Nenhum dado do Open Finance será compartilhado com a finalidade de concretizar transações ou contratações em nome do cliente. É de extrema importância que o cliente tenha ciência de que dados que são exigidos no momento de confirmação de transações e contratações, como senhas, não são compartilhados pelo Open Finance.

Um bom exemplo é explicar que o cliente poderá compartilhar os dados financeiros de uma instituição com outra com a finalidade de obter melhores propostas de crédito, no entanto, esse compartilhamento não tem nenhum valor legal sobre a contratação do crédito. O cliente deverá passar por todas as etapas de contratação já existentes hoje na instituição.

4. Serei cobrado para usar o Open Finance

Pela regulamentação atual do Open Finance, o cliente não poderá ser cobrado por nenhum compartilhamento de dado. Inclusive, nenhuma instituição participante poderá repassar qualquer tipo de custo do compartilhamento para os clientes finais. Sendo assim, qualquer taxa cobrada do cliente para esse serviço estará em descumprimento com a regulamentação do Banco Central do Brasil e será passível de penalizações.

Quais são as oportunidades que o Open Finance pode gerar?

Embora ainda existam muitos mitos e incertezas ao redor do Open Finance, é necessário entender que esse novo conceito surge para tornar o mercado financeiro ainda mais democrático e a vida dos clientes ainda mais simples. O objetivo principal é conseguir entregar experiências inovadoras e satisfatórias para os clientes finais.

Como as discussões sobre o assunto começaram apenas em 2019 no Brasil, ainda é cedo para enxergar muitas mudanças no mercado como um todo, mas podemos esperar muito coisa boa vindo por aí. Tudo isso reforça a importância de deixar os mitos de lado para poder aproveitar da melhor forma todos os benefícios.

Agora que você já sabe quais são os principais mitos sobre Open Finance e o que realmente é verdade, que tal compartilhar este artigo nas redes sociais com seus amigos, colegas e outros profissionais? Afinal, informação útil é informação compartilhada!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.