Quantos painéis solares preciso para minha residência? Veja aqui

“Quantos paineis solares preciso para a minha casa?”. Você tem essa dúvida? Então aprenda a calcular e saiba a resposta a seguir!

Categoria: Sustentabilidade

Categoria: Sustentabilidade

“Quantos painéis solares preciso para instalar na minha casa?”, “quantos para a minha empresa?”. A quantidade de painéis solares necessários para instalar essa tecnologia é a dúvida mais comum sobre a energia solar. Praticamente todas as pessoas que começam a pesquisar as vantagens sobre energia sustentável fazem essa pergunta em algum momento.

Também pudera: a energia solar pode reduzir a conta de luz de uma casa em até 95%! É difícil não se interessar pela tecnologia quando vemos vantagens como essas. No entanto, não é fácil dizer quantos painéis solares são precisos para a sua casa. Afinal, a resposta varia muito de acordo com o contexto.

Se você se interessou pela energia solar e quer saber quantos painéis solares precisa para suprir a demanda de energia da sua casa, veio ao lugar certo. Continue a leitura e confira!

O que considerar para determinar a quantidade de painéis solares?

Normalmente, há uma regrinha no mercado que uma casa com até 3 pessoas e que consuma entre 250 kWh por mês precisará de 6 a 8 painéis solares para dar conta dessa demanda.

No entanto, é importante ter em mente que essa informação é usada para simplificar as coisas. Ela serve apenas como uma perspectiva. O total de placas de cada projeto pode variar muito. Às vezes, uma família precisa de um determinado total de placas para uma casa em um bairro, mas precisaria de um número diferente para um imóvel igual em outra região da cidade.

Veja a seguir quais são os pontos importantes a considerar para entender quantos painéis solares serão necessários para sua casa!

Incidência da radiação solar

Apesar da variação em energia renovável, a função básica dos painéis solares é captar a radiação solar e transformar isso em energia elétrica por meio de um efeito fotovoltaico. Nesse caso, a luz do Sol é transformada em correntes elétricas contínuas que, em seguida, são enviadas para um inversor solar e transformadas em correntes alternadas, que é o tipo de eletricidade que usamos em nossa casa.

Dito isso, é evidente que a incidência de radiação solar em cada espaço é determinante para a quantidade de painéis necessários para o projeto.

Por exemplo, uma casa em um local com bastante incidência de radiação solar terá os painéis funcionando por mais tempo e de maneira mais produtiva. Logo, precisará de menos unidades para dar conta da demanda. Já uma casa com menor incidência precisará de mais painéis para gerar a energia que demanda.

Energia consumida

Um ponto básico para determinar quantos painéis solares são precisos para alimentar a sua casa é saber qual é a demanda de consumo da sua família. Afinal, um imóvel que gasta 250 kWh por mês precisará de um número de painéis. Já uma casa que gaste 300 kWh por mês, precisará de outra quantidade.

Tamanho e disponibilidade do telhado

O telhado da casa pode ser um fator limitador do total de painéis que poderão ser instalados. Isso porque é necessário que ele seja resistente para receber o equipamento, bem como tenha incidência de radiação solar naquele espaço por uma quantidade de horas úteis.

Geografia

Por fim, a geografia é um fator que determina a quantidade de placas solares em um projeto. Isso porque o Brasil é um país de proporções continentais e há muita variação de horas de insolação disponíveis em cada região.

Para se ter uma ideia, uma mesma casa com 3 pessoas e gasto de 250 kWh mensais pode precisar de 6 painéis no Nordeste, que é uma região com maior incidência de radiação solar. Já no Sul, que tem menos dias de sol no ano, a mesma família, com o mesmo imóvel, precisaria de 8 painéis.

Além disso, há a questão da quantidade de chuva. Quanto mais chove em uma região, menor a incidência de sol (afinal, as nuvens impedem que a radiação solar passe livremente). Logo, menor a capacidade produtiva da região.

Como saber qual é a média de consumo da minha casa?

Se você quer saber quantos painéis solares precisa para ter essa tecnologia na sua casa, tem de saber qual é o seu consumo médio. Afinal, é aquilo que já mencionamos: se a demanda for X, serão necessárias Y placas. Se a demanda for 2X, precisará de 2Y.

Existem algumas formas de saber isso. Você pode somar mais ou menos o consumo médio de cada eletrodoméstico na sua casa, especialmente com base na sua utilização média.

No entanto, a maneira mais fácil é fazer um levantamento anual do quanto você consumiu de energia. Esse levantamento deve ser anual, pois há uma sazonalidade no consumo energético. Por exemplo, se você tem ar-condicionado, terá um consumo muito maior nos meses de verão. Já se mora em um lugar mais frio, provavelmente gastará mais com aquecedores no inverno.

Ao fazer uma média anual, você consegue contabilizar a sazonalidade do seu consumo e ter uma previsão mais adequada de quanto precisará gerar de energia. Assim, saberá quantas placas precisará.

Por exemplo, vamos supor que sua média de consumo energético seja de 280 kWh por mês. Você mora em uma cidade com média de 7 horas de incidência solar útil e se interessou por módulos fotovoltaicos de 256 Watts.

Com base nesses dados (e considerando uma perda energética média de 20%, que é o padrão do mercado), teríamos o seguinte:

  • 265 (potência da placa) x 7 (horas) x (1 - 0,20) (desperdício) = 1,484 kWh

Ou seja: nesse contexto, o módulo fotovoltaico geraria 1,484 kWh por dia. Em um mês de 30 dias, seriam 44,52 kWh para cada placa.

O próximo passo é só fazer uma regrinha de 3 com o seu consumo médio:

  • 1 = 44,52 kWh;
  • x = 280 kWh;
  • x = aproximadamente 6,3.

Ou seja: seriam necessários 7 módulos fotovoltaicos para suprir a demanda dessa casa.

Quais são as estruturas necessárias para captação de energia solar?

É verdade que as placas solares são os elementos mais caros para instalar o kit de energia solar em uma casa. No entanto, eles não são os únicos que você deve considerar. Os equipamentos necessários para captar energia solar são divididos em 3 grupos. São eles:

  • gerador: módulos fotovoltaicos, estrutura de suporte para eles e cabos para transmitir a energia;
  • condicionamento de potência: inversores e controladores de carga;
  • armazenamento: baterias.

Além do investimento nas placas, você precisará comprar esses equipamentos. É por isso que um projeto de instalação de energia solar deve ser feito por uma empresa especializada nisso, de modo a considerar todos esses detalhes e propor os equipamentos certos para cada contexto.

É verdade que tudo isso é bem complicado, mas as muitas vantagens e indicativos sobre energia solar fazem esse trabalho valer a pena. Afinal, contar com energia solar em casa significa:

  • ter uma redução de até 95% na conta de luz;
  • mais estabilidade no fornecimento de energia;
  • redução da exposição à inflação energética;
  • redução da pegada ambiental da casa;
  • valorização do imóvel.

E aí, aprendeu de uma vez como calcular quantos painéis solares precisa para a sua casa? Então é hora de avançar nesse projeto. Para isso, entre em contato com o BV agora mesmo e saiba como podemos ajudar você e instalar a energia solar na sua casa!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.