Descubra qual é o impacto do open banking na sua vida financeira

Entender o impacto do open banking é importante para consumidores e instituições. Afinal, estamos entrando em uma nova era financeira.

Categoria: Open Banking

Categoria: Open Banking

O uso de dados nas empresas ganha cada vez mais destaque. E não é à toa! Com as informações certas, é possível levar ao consumidor exatamente o que ele busca — o que beneficia tanto o cliente quanto as instituições financeiras.

Com o open banking, você têm controle total sobre os seus dados e escolhe se deseja compartilhá-los ou não com as instituições financeiras de sua confiança, de forma prática e segura.

Ao compartilhar seus dados, o cliente contará com serviços e experiências personalizados, criados especialmente para atender as suas necessidades. Por outro lado, é importante destacar, o compartilhamento dos dados é opcional e depende da expressa autorização do cliente, resguardando a sua privacidade.

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe este conteúdo!

Como o open banking funciona?

Apresentamos o conceito geral de open banking acima. Contudo, para entender seu verdadeiro impacto, vamos abordar rapidamente a parte mais técnica dessa nova era do sistema financeiro.

O Open Banking cria mecanismos para o cliente compartilhar seus dados de forma rápida e segura. Os dados serão transmitidos entre as instituições através de APIs (Application Programming Interface, em inglês), uma tecnologia que já é utilizada há alguns anos para permitir que sistemas se comuniquem entre si.

O que o Open Banking traz de novo é a padronização dessas APIs, fazendo com que todos os bancos falem a mesma “língua”. Pode parecer pouco, mas é essa linguagem comum que permitirá o surgimento de inúmeras aplicações de forma rápida e eficiente.

Agora que sabemos como o Open Banking funciona, você deve estar se perguntando, como isso impacta a minha vida? Continue acompanhando e entenda!

Qual o impacto do open banking, na prática?

O Open Banking foi concebido com dois objetivos em mente:

promover a competição entre as instituições;

incentivar a inovação do sistema financeiro.

Na prática, clientes passam a ter a sua disposição novos serviços, personalizados para as suas necessidades. Por outro lado, o open banking também traz novos desafios para as instituições financeiras.

Vamos conhecer um pouco mais? Confira!

Benefícios para os clientes

O comportamento do consumidor muda rapidamente na era digital. Isso acontece em função da quantidade crescente de soluções disponíveis para atendê-lo, mas também devido a personalização das experiências. Essa expectativa por serviços personalizados não respeita a fronteira entre indústrias. Afinal, o mesmo usuário de serviços de streaming, apps de mobilidade ou e-commerce também consome serviços financeiros.

Temos aqui o primeiro grande benefício do Open Banking: produtos e experiências personalizadas. Os dados compartilhados através do Open Banking tornam mais simples conhecer cada consumidor, e assim, atender a sua expectativa. Como exemplo, podemos citar a simulação de um financiamento: um cliente que trimestralmente recebe o bônus de sua empresa pode ter as parcelas ajustadas para essa realidade.

A natureza democrática do Open Banking permite que um cliente compartilhe seus dados com instituições com as quais nunca teve relacionamento. Isso permite a nova instituição fazer ofertas tão competitivas quanto o banco que conhece o cliente há anos.

Esse é o segundo benefício do Open Banking que vale destacarmos: a liberdade de escolha. Um cliente não está limitado aos serviços oferecidos pelo seu banco, podendo facilmente comparar e contratar serviços de diferentes instituições.

O Brasil não foi o primeiro país a implantar o Open Banking. Se não somos os primeiros, podemos dizer que nossa iniciativa é uma das mais abrangentes do mundo. Aprendemos com os erros e acertos das iniciativas de outros países e trouxemos para cá novos serviços. Dentre eles, vale destacar a iniciação de pagamentos.

A iniciação de pagamentos nada mais é que um pagamento realizado através de uma transferência bancária – PIX, TED, Boleto ou Débito em Conta – iniciado através do app ou site de um terceiro. Isso permite realizar pagamentos em um e-commerce, por exemplo, debitando diretamente a conta do consumidor.

Esse novo serviço traz como benefício a inclusão financeira, permitindo pagamento instantâneo em compras online sem cartão, e também viabiliza o surgimento de serviços multi-banco, no qual o cliente escolhe o app de um banco, provavelmente o que trouxer a melhor experiência, e usa demais bancos como infraestrutura (conta, cartão e transferências).

Impactos para as instituições financeiras

As instituições financeiras terão o desafio de rapidamente se adaptar a esse novo cenário, experimentando diferentes formas de utilizar os dados do Open Banking em novas experiências e serviços, sob a pena de perder clientes para as instituições que investirem em inovação.

Serão muitas as possibilidades a serem exploradas e um possível caminho para acelerar esse processo de descoberta é o estabelecimento de parcerias com o ecossistema de startups, permitindo testar uma série de hipóteses simultaneamente.

As instituições que conseguirem extrair valor dos dados do Open Banking poderão usufruir de:

Fidelização da base de clientes, através de experiências que tornem mais leve a vida financeira das pessoas;

Aumento da conversão de ofertas, desenvolvendo ofertas de produtos e serviços personalizados, que atendam às necessidades dos clientes;

Novas linhas de receita, desenvolvendo novos serviços que gerem valor de forma direta ou indireta.

Expectativas para o futuro

O Open Banking é uma mudança de fundamento da indústria financeira: o controle sobre os dados financeiros passa a ser do cliente. Em função disso, é difícil prever todas as possibilidades e os impactos para a indústria.

Contudo, espera-se que novas soluções sejam criadas a partir dos dados do Open Banking, impulsionando a inovação do setor financeiro, o que certamente beneficiará pessoas e empresas com maior oferta de serviços.

E você, o que acha do assunto? Aproveite a oportunidade para conferir nosso artigo sobre como funciona uma API.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.