Fique por dentro das principais fraudes na pandemia

As fraudes na pandemia têm sido cada dia mais frequentes e é preciso ficar atento para não ser vítima de uma delas. Vamos falar sobre isso?

Categoria: Segurança

Categoria: Segurança

 

Se você não caiu em algum golpe até hoje, ao menos já deve ter ouvido falar em algum parente ou amigo que tenha sido vítima de uma das fraudes na pandemia, que têm sido cada vez mais frequentes. Essa é uma situação que causa muitos prejuízos, tanto emocionais quanto financeiros. Afinal, quem não fica chateado por ser enganado, não é mesmo?

Mas como escapar de estar entre as estatísticas que só avançam? Com informação e bastante cuidado. Alguns desses golpes são mais fáceis de serem identificados. Outros são mais bem elaborados, o que pode dificultar sua avaliação e fazer com que pessoas mal-intencionadas consigam o que desejam de você.

Para ajudar a entender melhor sobre o assunto, vamos falar sobre por que os números de fraudes aumentaram nesse período de distanciamento social exigido pelo avanço da disseminação do novo coronavírus. Também vamos mostrar quais são os principais golpes a que você deve estar atento e finalizar com dicas importantes de prevenção. Acompanhe!

O aumento das fraudes na pandemia de Covid-19

Boletos falsos, cobranças indevidas, envio de cartões de crédito de empresas que não existem… O objetivo dos criminosos, quase sempre, é obter o seu dinheiro sem que você perceba — e o pior, dificultando a ação da polícia para rastreá-los. Por isso, as instituições financeiras criaram uma série de ações na pandemia para proteger os seus clientes de inúmeros golpes que aparecem nesse período.

Inclusive, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) emitiu um alerta à população. Segundo dados da instituição, o número de fraudes na pandemia cresceu 60% contra os idosos. Essas pessoas são escolhidas pelos golpistas, em especial, por terem mais vulnerabilidade frente às novas tecnologias.

Há uma série de tipos de fraudes que se enquadram nesses altos índices. Entre eles, a Febraban cita o do falso motoboy (oferta de um serviço enganoso para buscar o cartão antigo na sua casa), além das centrais telefônicas inexistentes e dos funcionários de mentira.

É preciso ter atenção, ainda, a ofertas generosas demais, contas de WhatsApp clonadas para pedir dinheiro aos seus contatos e falsos recadastramentos em instituições financeiras ou comerciais. A criatividade dos bandidos é grande, mas se você prestar atenção, eles cometem alguns erros que facilitam a identificação da fraude. Vamos falar sobre isso mais adiante.

Os principais tipos de fraudes digitais

Algumas das fraudes na pandemia que chamam mais atenção das autoridades são cometidas no ambiente digital. Confira quais são as mais recentes.

Envio de boletos falsos

Muita gente estranhou o envio de boletos duplicados de contas de consumo por e-mail — e é para desconfiar, mesmo! É que essa é uma das fraudes na pandemia que têm atingido muitas pessoas, o que é grave, pois essa é a segunda forma de pagamento mais escolhida pelos brasileiros.

Em geral, você recebe um e-mail, um SMS ou uma mensagem de WhatsApp com o boleto para pagar conta de energia, canais a cabo ou internet, por exemplo. Se não prestar atenção, poderá cair nessa armadilha e mandar dinheiro diretamente para uma conta de pessoas mal-intencionadas.

Dá para identificar esse golpe com ações simples, como confirmar o envio com a operadora, checar os dados do documento, como CNPJ, endereço e número do código de barras (que deve ser o mesmo em cima e embaixo do documento).

Prática de phishing

Essa é uma fraude muito bem elaborada pelos criminosos. Eles se dão o trabalho de criar uma falsa loja virtual, com todas as informações necessárias para um e-commerce verdadeiro, e podem nos enganar facilmente com isso.

O objetivo, aqui, é roubar os dados do usuário da plataforma, como número e código de segurança do cartão de crédito ou de débito. Outra forma de aplicar esse golpe é o envio de um e-mail ou mensagem de celular com um link que leva a um site enganoso, de um estabelecimento conhecido. Com suas informações em mãos, os criminosos podem fazer operações em sua conta bancária ou compras com o seu cartão.

Roubo de senha

Alguns dos ladrões de internet não desejam acesso ao seu cartão de crédito, mas sim às senhas que você utiliza em lojas virtuais, bancos e outros sites. Com isso, eles aproveitam os dados que já estão salvos nesses locais para fazer operações em seu nome, em especial, compras. Para isso, alteram o endereço de entrega antes mesmo de você perceber que foi enganado.

O problema, nesse caso, é que podemos demorar para saber que fomos vítimas de uma fraude na pandemia. Isso dificulta o processo para recuperar o que foi perdido, tanto para a vítima quanto para o estabelecimento, que provavelmente terá que enviar um novo produto ao verdadeiro dono da conta — ou devolver o dinheiro.

Dicas para se proteger de fraudes

Existem algumas formas simples de identificar a ação dos fraudadores e escapar de ser uma vítima, especialmente durante o período de distanciamento social, em que temos utilizado mais a internet para operações financeiras. Uma delas, como citamos, é ficar atento a erros de português nos e-mails e mensagens recebidos — e tomar cuidado ao clicar em links desconhecidos.

Você também pode se defender:

-monitorando suas compras;

-analisando o certificado de segurança do site;

-conferindo a procedência da mensagem ou e-mail recebido;

-checando o envio de boletos duplicados;

-desconfiando de ofertas muito tentadoras;

-evitando antecipar o pagamento em aplicativos de compras de usados;

-atualizando o antivírus de dispositivos como tablets e smartphones, computadores e notebooks etc.

Entre as lições do coronavírus, vale lembrar que essas pessoas mal-intencionadas estão sempre encontrando novas formas de se favorecer da boa-vontade dos outros. Então é preciso ficar atento a qualquer tentativa de golpe, ok?

Quer aprender mais sobre o assunto? Aproveite a leitura e conheça o golpe do empréstimo falso. Previna-se agora mesmo da ação dos criminosos!

 

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.