Os mitos e verdades do crédito com veículo em garantia

O que você sabe sobre a modalidade de crédito com veículo em garantia? Entenda tudo sobre ela neste conteúdo especial sobre o tema!

Categoria: Financiamento de Veículos

Uma boa forma de controlar seu orçamento é buscar mais informações sobre finanças. Nesse sentido, você já se perguntou quais são os mitos e verdades do crédito com veículo em garantia (CVG)? Será que essa opção realmente vale a pena? Como e quando escolhê-la?

Para que você fique por dentro do assunto, preparamos este conteúdo completo a respeito da modalidade. Ao longo do texto, explicaremos como ela funciona e o que deve ser feito por quem pretende solicitá-la. Boa leitura!

O que é e como funciona o crédito com veículo em garantia?

Antes de tratar desse assunto, é fundamental ressaltar que existem diferentes tipos de empréstimo disponíveis no mercado. Eles podem ser atalhos para realizar sonhos e, em alguns casos, também ajudam a colocar a vida financeira em ordem. O crédito pessoal, por exemplo, é acessível e tem uma disponibilidade muito rápida, mas apresenta juros elevados e tem limites menores. Por isso, é interessante solicitá-lo apenas em situações emergenciais.

De maneira bem resumida, o crédito com veículo em garantia é uma forma de empréstimo com penhor. Ou seja, seu automóvel servirá para garantir que a quantia estabelecida em contrato será paga nos moldes combinados com a empresa que concedeu o crédito. Quando o empréstimo é quitado, o bem em questão deixa de estar alienado. Entretanto, você pode seguir usando o automóvel normalmente.

Essa é uma operação frequente nas instituições financeiras, porque ela é positiva para as duas partes envolvidas. Imagine a seguinte situação: você precisa de um valor para tirar aquela festa de casamento do papel. Quando a solicitação é aprovada, você recebe o crédito desejado e seu carro fica como garantia. Para você e para a empresa que viabilizou o empréstimo, essa é uma ótima saída, porque ela conseguirá oferecer limites e condições de pagamento bem melhores do que em outros casos.

Na prática, essa é uma das opções de crédito mais baratas disponíveis para pessoas físicas — basta comparar seus juros e características a empréstimos consignados, pessoais, cartões, cheque especial e assim por diante. Apesar disso, há casos de inadimplência e que em determinadas situações — que são raras de acordo com especialistas — o carro colocado como garantia pode ser tomado.

No BV — que está há mais de 20 anos dando suporte às conquistas dos brasileiros por meio de diferentes soluções —, existem diferentes linhas de crédito que aceitam automóveis como garantia. Uma delas é muito acessível para pessoas físicas, de 18 a 75 anos: ela estabelece como garantia o veículo da pessoa que está tomando esse crédito.

Há uma alternativa que aceita veículos pesados como garantia e ela também pode ser usada por pessoas jurídicas, que geralmente utilizam o crédito como capital de giro para desenvolver seus negócios. 

Um dos grandes diferenciais do BV é que ela aceita veículos com até 19 anos como garantia — isso serve tanto para carros quanto para caminhões. Utilitários e caminhonetes, por sua vez, podem ter até 8 anos, por conta do desgaste pelo uso para serviço que eles quase sempre apresentam.

Quais são os mitos e verdades do crédito com veículo em garantia?

Agora que você já sabe como essa modalidade funciona e quais são suas principais características, é hora de entender os mitos e verdades em torno do crédito com veículo em garantia. Veja.

É preciso adiantar um valor

Mito. Instituições financeiras confiáveis e autorizadas a emprestar dinheiro não pedem pagamentos adiantados em empréstimos pessoais, créditos com bem em garantia e assim por diante.

Dessa forma, é fundamental ter bastante atenção: existem algumas fraudes frequentes de empresas que prometem um grande limite de crédito mediante o recebimento de uma quantia antecipada. Se alguém se passar por um correspondente do BV, ou de qualquer outra financeira, pedindo o adiantamento de R$1.000,00 para liberar R$20.000,00, por exemplo, desconfie.

Você perderá o seu carro

Esse é um dos maiores mitos em relação a esse tipo de crédito. O veículo funcionará como uma garantia, mas, como dissemos, ele ficará em sua posse durante a validade do contrato. Depois de quitar todas as parcelas, o carro continuará sendo seu. Existe o risco de perdê-lo somente quando há inadimplência. Porém, como as condições tendem a ser vantajosas, isso não é comum.

É um dos empréstimos que mais vale a pena

Verdade. A grande vantagem dessa modalidade é que ela consegue acessar linhas mais baratas de juros e limites mais altos de crédito. Isso porque ela envolve uma garantia — você não precisará se desfazer de nenhum bem para levantar os recursos necessários.

Muitas pessoas vendem o carro ou trocam para um modelo mais simples com o objetivo de pagar um curso ou uma viagem. Com o CVG, você pode conseguir até 80% do valor do veículo como crédito sem precisar abrir mão dele em sua rotina. 

O prazo para pagar é longo

Isso varia bastante de acordo com a instituição financeira contratada. No entanto, na maioria das vezes, o prazo é realmente longo. No BV, você tem até 4 anos para quitar — além disso, as parcelas são fixas, o que é ótimo para quem deseja se preparar para os pagamentos e evitar surpresas no final do mês.

Quando utilizar esse tipo de crédito?

Tudo depende de seus planos e objetivos pessoais. Está na hora de reformar a casa ou investir em sua formação profissional? Então o crédito com veículo em garantia tende a ser uma ótima escolha. Muitas pessoas usam esse empréstimo para fins variados, como tirar um negócio próprio do papel. Os passos para fazer uma solicitação são:

  1. simular e fazer sua proposta;
  2. passar por diferentes etapas de análise e crédito — a financeira checará se você se enquadra nas políticas internas;
  3. saber, com base nos dados informados, se o crédito solicitado é acessível ou não; 
  4. passar pela vistoria do bem — um técnico avalia, na modalidade presencial ou online por meio de fotos, as condições do veículo para atestar se ele se encaixa como garantia (ele deve estar em bom estado e quitado);
  5. enviar os documentos necessários (comprovantes de renda e de residência, documento de identificação e documento do veículo);
  6. concluir o processo.

O crédito com veículo em garantia é uma excelente forma de realizar sonhos e organizar sua vida financeira — considere essa modalidade, porque ela pode fazer toda a diferença em seu futuro.

Gostou do conteúdo? Então entre em contato conosco agora mesmo para saber mais sobre o CVG!

Atendimento BV