O que é CDI? Entenda aqui e saiba como pode afetar suas finanças

Veio até aqui para saber o que é CDI e como pode impactar seu dinheiro? Então, este conteúdo é pra você. Confira.

Categoria: Orientação Financeira

Você provavelmente já ouviu falar sobre a taxa CDI. Ainda que você não tenha o costume de acompanhar o mercado financeiro e fazer aplicações, é possível que já tenha visto notícias, postagens e propagandas sobre essa taxa.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você saiba o que é CDI e como ele pode afetar suas finanças. A seguir, você saberá por que essa taxa é importante para brasileiros que querem começar a investir ou solicitar créditos.

Continue a leitura para conferir.

O que é CDI?

A sigla significa Certificado de Depósito Interbancário. É uma espécie de título emitido por instituições bancárias quando emprestam dinheiro entre si. Na prática, quando a frequência de saques ultrapassa o número de depósitos em um banco, o outro banco faz um empréstimo direto para que ela não fique endividado. Portanto, o CDI é a taxa média aplicada nesse processo.

Qual é a diferença entre CDI e CDB?

Quando as pessoas pesquisam sobre CDI, geralmente se deparam também com o termo CDB (Certificado de Depósito Bancário), que nada mais é do que o dinheiro que os bancos pegam emprestado dos investidores, em vez de outras instituições financeiras. O CDB tem o poder de estimular linhas de crédito e também cumpre os critérios criados pelo Banco Central.

O CDB é um título que pode ser investido por Pessoa Física, mas o CDI não. Alguns CDBs oferecem liquidez diária e outros têm prazos mais longos. Portanto, na hora de investir, é importante considerar esses detalhes para garantir que as aplicações estejam de acordo com o seu planejamento financeiro.

Como o CDI impacta os investimentos?

Embora (Pessoas Físicas) não consigam adquirir CDI, o seu valor é usado como base para rentabilidade em investimentos. É possível adquirir títulos de renda fixa atrelados ao CDI. Ou seja, um CDB que vale 100% do CDI significa que rende em um ano exatamente a taxa do CDI, que foi de 2,81% em 2020.

Outro detalhe interessante é que o CDI afeta os juros usados em empréstimos bancários para empresas e pessoas, o que influencia a disponibilidade de crédito no mercado financeiro. Nesse sentido, uma taxa DI alta encarece a liberação de crédito.

Dessa forma, pessoas físicas e jurídicas tendem a deixar os empréstimos de lado e passam a aplicar o capital que seria utilizado, por exemplo, para comprar carro ou maquinários industriais. Isso significa que um CDI muito elevado permite que o dinheiro parado renda mais do que arriscar gastando esse capital.

O que significa rendimento de 100% do CDI?

Rendimento de 100% do CDI é um termo que mostra que o seu dinheiro renderá exatamente conforme esse indicador até a data do vencimento.

Vamos imaginar que em 2020 você aplicou R$50.000,00 em um investimento com rentabilidade de 100% do CDI, ou seja, cerca de 2,81% ao ano. Dessa forma, você teria um rendimento aproximado de R$1.405,00 ao ano. Se optasse por colocar seu dinheiro em uma poupança (que em 2020 equivalia a 1,96% ao ano), o valor final seria de apenas R$50.980,00.

Ao aplicar em um CDB que rende 100% do CDI, você notará que o processo é muito simples. Basta deixar seu capital multiplicando, sem fazer nenhuma operação arriscada.

Quais investimentos usam a taxa CDI como referência?

Vamos conferir quais alternativas de aplicações utilizam a taxa CDI como base? Conheça as modalidades mais promissoras do momento.

CDB

O CDB é um dos mais escolhidos pelos investidores. Existe uma grande variedade de ofertas em corretoras e bancos de diversos portes e segmentos. Essa disputa faz com que os prazos e taxas variem muito — sendo necessária uma boa pesquisa antes.

O CDB pós-fixado é a opção que está atrelada ao CDI. Sua rentabilidade é dada em um percentual dessa taxa. Na prática, se o CDI estiver em 2,21% ao ano, a aplicação nesse CDB vai pagar a taxa cheia (2,21% em 12 meses de investimento).

Uma curiosidade é que instituições bancárias grandes oferecem CDBs perto de 80% do CDI. Já os bancos menores oferecem rendimentos mais altos para atrair mais clientes.

LCI (Letra de Crédito Imobiliário)

Libera títulos emitidos pelas financeiras para captar dinheiro a fim de favorecer o crédito imobiliário. Ou seja, os investimentos feitos em LCI são destinados ao montante que os compradores de imóveis recebem para os seus financiamentos.

LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

Direciona os investimentos das pessoas para o ramo do agronegócio — outro recurso que favorece o governo quando abastecido. Por causa disso, é uma categoria bastante interessante para investidores.

LC (Letra de Câmbio)

É ideal para quem busca novas formas de investir dinheiro. A LC não é emitida por bancos, mas sim por instituições financeiras (especializadas em oferecer empréstimos). É uma opção interessante no quesito longo prazo.

Tesouro Direto

Muita gente se questiona entre investir na previdência privada ou no Tesouro Direto. Acontece que a segunda alterativa rende muito bem, pois você “empresta” seu dinheiro para o governo de forma direta. Dessa forma, a taxa CDI atua como um referencial a fim de contribuir com uma rentabilidade maior para você, valorizando sua aplicação.

Importante! O segredo para fazer boas aplicações é ter um dinheiro seguro e suficiente para uma renda estável e a realização de sonhos. Nesse sentido, o primeiro passo é fugir dos piores hábitos financeiros.

Onde posso aprender mais sobre investimentos?

Existem diversas maneiras de entender mais sobre investimentos, como é o caso de juntar dinheiro para começar a investir. Canais e contas em redes sociais (liderados por economistas e influenciadores) são a sensação do momento para conferir novidades e aprender ao mesmo tempo. Além disso, há uma enorme variedade de cursos gratuitos e pagos na internet para você descobrir tudo o que quiser sobre o tema.

Por fim, você pode visitar blogs especializados que apresentam conteúdos ricos sobre o universo das finanças, que vão além do CDI. Como é o caso do BV Inspira, que aborda diversos temas e situações do nosso cotidiano financeiro.

Uma sugestão que merece ser conferida é o artigo “Saiba onde investir de acordo com os objetivos pessoais”. Aproveite esta leitura para aprimorar seus conhecimentos e colocar as melhores recomendações em prática no seu dia a dia.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.