Carro híbrido: entenda como funciona e conheça suas vantagens!

O carro híbrido está se popularizando no mercado, e você precisa conhecer mais sobre a tecnologia que move esse tipo de veículo. Saiba mais a seguir.

Categoria: Financiamento de Veículos

A tecnologia anda de mãos dadas com o setor automotivo desde o início. Ao longo do tempo, muitas inovações foram implementadas até chegar aos veículos de ponta que conhecemos hoje. Além da possibilidade de alugar automóveis elétricos em locadoras especializadas, há uma outra vertente ganhando popularidade: o carro híbrido.

Ainda que modelos com motorização elétrica sejam a melhor solução para evitar a poluição do ar, eles não apresentam autonomia suficiente para a demanda de muitos condutores, por isso surgiu a alternativa híbrida. Neste conteúdo, você vai saber um pouco mais sobre esse tipo de automóvel antes de comprar ou alugar um. Confira!

Afinal, o que é um carro híbrido?

São os veículos que apresentam dois motores, um convencional (à combustão) e um elétrico. O combustível mais usado nessa categoria é a gasolina, mas já existem algumas opções que trabalham com etanol e eletricidade. O objetivo é combinar as vantagens de cada um dos propulsores para garantir eficiência energética, economia, estabilidade, sustentabilidade e conforto.

Quais são os tipos de híbridos?

Como os carros híbridos ainda são uma novidade, surgem muitas dúvidas ao pensar sobre o assunto. Por exemplo, nem todos esses veículos são iguais. A seguir, você confere os tipos existentes.

Paralelo

Esse modelo movimenta o carro por meio de combustão. A função do motor elétrico é melhorar seu rendimento, diminuindo o consumo de combustível e a emissão de CO2. Geralmente, o propulsor elétrico fica na parte dianteira do veículo, enquanto o convencional fica no eixo traseiro.

Série

Ao contrário do tipo anterior, o automóvel híbrido do tipo série é aquele em que a motorização elétrica faz a tração nas rodas. Nesse sentido, o convencional impulsiona a produção de energia que fica armazenada em baterias a fim de movimentar o carro.

Por causa dessa condição, esses modelos apresentam baterias grandes e de alta capacidade, sendo mais presentes em veículos mais pesados, como caminhões, ônibus e tratores.

Misto

O misto combina as duas características anteriores. Para que tudo funcione de forma automática e eficiente, ele contém uma central eletrônica que avalia o funcionamento do automóvel e define qual motor movimentará o carro em cada situação. Por exemplo, se a bateria estiver baixa, o sistema vai priorizar o uso do motor à combustão.

Qual a diferença para os outros modelos?

Todos os detalhes que conferimos sobre a modalidade híbrida faz com que ela tenha diferenças evidentes em relação aos veículos aos quais estamos acostumados, como:

  • necessidade de recarregar as baterias;
  • menos visitas ao posto de combustível;
  • potência garantida sem muito esforço;
  • funcionamento silencioso.

Como o tempo de recarga do armazenamento elétrico é longo, a modalidade híbrida tira proveito dos benefícios dos dois tipos de motores, trazendo praticidade e economia ao motorista.

Quais são os carros híbridos no Brasil?

O mercado brasileiro já conta com carros híbridos à disposição, e a tendência é que a quantidade de modelos aumente cada vez mais. Conheça os mais vendidos aqui no Brasil.

Toyota Prius

É o mais popular da atualidade. Esse modelo apresenta uma motorização elétrica que executa manobras e acelerações com estabilidade e rapidez. O motor 1.8 à gasolina funciona de maneira muito discreta, e a performance é gradual e constante graças ao câmbio CVT.

Existem quatro modos de direção: normal, Power (otimiza o consumo), Eco (prioriza a eletricidade) e EV (para manobras mais seguras), e você encontra uma boa variedade de Prius seminovos no mercado.

Lexus CT 200h

O CT 200h é o hatch de luxo mais acessível da Toyota. Exibe um acabamento aprimorado, mesclando o vintage com a modernidade. A motorização reúne um motor 1.8 convencional com um elétrico que resulta em uma potência de 136 cavalos. Como o Prius, contém quatro tipos de condução.

Lexus LS 500h

Esse modelo está em um nível muito acima dos irmãos da marca, especialmente pelo conforto e o preço. Quem fica no banco traseiro conta com telas individuais de 12 polegadas e outra touchscreen anexada ao apoio de braço central para controlar o ar-condicionado.

Tem um motor à combustão de 299 cv e um propulsor elétrico de 179 cv, mas as respostas são lentas e não é muito econômico, visto que se trata de um veículo pesado (2,2 toneladas).

BMW i3

Esse modelo teve sua estrutura revisada em 2018 e ganhou uma nova bateria, que aumentou sua autonomia para incríveis 180 km. Apresenta a funcionalidade REX, pequeno motor à gasolina de dois cilindros de 39 cv que também trabalha como gerador de energia. O toque é enviado ao eixo traseiro de forma instantânea. O i3 é muito prazeroso de guiar.

BMW i8

O i8 tem um estilo ousado com portas que se abrem para o alto. Seu eixo traseiro traz um motor 1.5 de três cilindros (231cv) com injeção direta, turbo e comandos variáveis. Quando ligado, emite um ronco grave semelhante ao V8, mas é falso: uma caixa de som faz esse trabalho.

Na parte dianteira, está o motor elétrico de 131 cv. O design arrojado tem um preço: pouco espaço para passageiros atrás, bagageiro decorativo e suspensão que não lida muito bem diante de buracos e desníveis nas estradas.

Volvo XC90 T8 Hybrid

A Volvo oferece um carregador de alto desempenho para os proprietários do XC90, agilizando a recarga para somente 3 horas em uma tomada comum de 220V. Isso favorece a performance do motor elétrico de 87 cv, que funciona junto com o 2.0 de 320 cv.

O requinte da parte interior salta aos olhos, além do desempenho de sedã e da funcionalidade multimídia que parece um tablet. É um carro econômico graças ao funcionamento combinado (eletricidade e gasolina) — ele faz 34 km/l na cidade e 25 km/l na estrada.

Ford Fusion Titanium Hybrid

Um dos primeiros carros a aderir à tecnologia híbrida no Brasil, o Fusion Titanium Hybrid prioriza o conforto tanto na direção quanto na cabine. O propulsor elétrico pode atingir 100 km/h se a pisada do motorista for moderada, o que gera uma economia considerável. Para quem gosta de espaço, vale mencionar que as baterias diminuem a capacidade do porta-malas de 515 para 390 litros.

Porsche Cayenne S-Hybrid

Mais um modelo luxuoso da lista é a versão híbrida do Cayenne. O valor alto faz jus à potência elevada: são 333 cv do motor à combustão que, em funcionamento simultâneo com o elétrico, faz com que essa máquina atinja 416 cavalos de puro desempenho.

Porsche Panamera E-Hybrid

A Porsche manteve sua esportividade com a inovação híbrida. O propulsor elétrico de 137 cv vai de 0 a 100 km/h em poucos segundos e apresenta autonomia de até 50 km nessa modalidade. Ele trabalha em conjunto com um 2.9 biturbo de 330 cv à gasolina. É um veículo com direção dinâmica e firme.

Como visto, o funcionamento do carro híbrido traz vantagens de desempenho, conforto, economia e sustentabilidade — tudo o que a geração atual de motoristas quer em um só pacote. Ter um exemplar desse é uma ótima alternativa para quem pretende usá-lo diariamente.

Se você gostou deste artigo sobre carro híbrido, aproveite para nos seguir nas nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.