Entenda como aumentar a vida útil da bateria do seu veículo

Para não ficar sem bateria no carro, tomar boas decisões para prolongar a vida útil da peça é essencial. Saiba mais!

Categoria: Financiamento de Veículos

A bateria do carro é uma peça que traz uma série de inconvenientes quando não funciona de maneira correta. Afinal de contas, muita gente já se viu com as chaves nas mãos tentando dar a partida sem nenhuma resposta, não é verdade? Saiba que, para evitar esse tipo de situação, a dica é tomar medidas para prolongar a vida útil da bateria.

O diferencial está em atuar de maneira preventiva com a noção de que as escolhas certas fazem toda a diferença. Dessa forma, fica muito mais simples cuidar da segurança, impulsionar o desempenho do veículo e, ainda, economizar com reparos especializados ou trocas antes do tempo adequado.

Quer saber mais? Veja como aumentar a vida útil da bateria do seu veículo!

Desligue tudo antes de dar a partida

Um dos fatores mais importantes na hora de aumentar a vida útil da bateria do seu veículo, é desligar tudo antes de dar a partida. Isso porque o motor costuma exigir bastante da corrente elétrica que desgasta a bateria. O procedimento correto é deixar a bateria completamente livre nos segundos em que é exigida.

Desligue faróis, rádio, carregador de celular, ar condicionador e tudo mais que ajude a preservar o sistema elétrico do automóvel de maneira geral. Esse tipo de medida, que se torna um hábito com o passar do tempo, evita danos aos periféricos elétricos, como a possibilidade de queima de luzes da seta e lanternas.

Evite instalar acessórios não originais no carro

Quem é apaixonado por carro ou está inserido nesse universo deseja ter aquele modelo ideal que atenda todas às suas necessidades, certo? Essa vontade faz com que muitas pessoas escolham instalar acessórios não originais para turbiná-lo e deixá-lo veloz como nos filmes de cinema.

Saiba que apesar de chamar a atenção por mudanças estéticas, esse tipo de troca pode trazer uma série de cuidados a mais, conforme a complexidade dos sistemas elétricos dos veículos atuais. Outro ponto importante envolve o desgaste que algo não original representa. Como resultado, a bateria pode não aguenta o uso diário.

Além das mudanças de desempenho, existe a preocupação a respeito dos dispositivos de segurança inseridos fora da autorização do fabricante. Os rastreadores com procedência duvidosa são os principais exemplos disso porque pedem uma grande quantidade de energia e fazem com que a bateria fique descarregada rapidamente.

Controle a corrosão

Ter atenção à corrosão das polaridades da bateria é um dos fatores indispensáveis na duração da peça. O motivo é que ácidos muito fortes são parte da composição da peça e fazem com que seus terminais passem por corrosões conforme condições internas, como clima e outros fatores ambientais.

Tudo isso interfere no processo de carregamento da bateria em longo prazo. Assim, caso você percebe a presença de ferrugem nos polos da bateria, a limpeza pode ser realizada com água com gás e escova de aço. Após o final da higienização, o mais indicado é usar um spray que lubrifique para evitar futuras corrosões.

Mantenha a bateria bem segura e apertada

Ao circular com uma bateria que não está bem fixa na câmara, seus cabos podem se soltar ao passar por pistas irregulares. Sem contar que, devido a esses impactos, ainda existe a chance de curto-circuito. Em função, a bateria precisa se manter bem apertada e com o máximo de segurança possível.

Os cabos soltos fazem, também, com que a peça não carregue de maneira adequada. Na verdade, isso não prejudica exatamente sua vida útil, mas os riscos de acidentes são altos. Verifique com frequência se a bateria está bem encaixada, os cabos em boas condições e sem sinais de desgaste.

Não deixe o carro parado por muitos dias

Outra ação comum que prejudica a vida útil da bateria do carro, é deixá-lo parado na garagem por muito tempo. Caso precise ficar fora durante uns dias, peça para outra pessoa ligar o veículo com o objetivo de acionar o motor. O procedimento deve ser feito por, pelo menos, uma vez na semana, visando não permitir que o consumo de energia causado pelos componentes descarregue a bateria.

Vale lembrar que a estimativa de tempo que uma peça desse tipo dura sem uso é muito difícil de marcar com exatidão. Depende de alguns fatores, como o estado da bateria no momento em que o carro permanece parado em longo prazo. Se estiver bem conservada ou nova, ela consegue suportar durante vários dias a inatividade sem perder a carga.

Tenha um auxiliar de partida

Na maioria das vezes em que surge um defeito, a bateria do carro apresenta alguns sinais de desgaste que é possível perceber para quem conhece bem o carro, porém, existe a chance de a peça simplesmente parar sem nenhum aviso.

O que ajuda muito, em uma situação como essa, é contar com um auxiliar de partida que faz diferença diante situações perigosas. Ter o equipamento por perto permite gerar carga para a bateria quando necessário e dispensa recorrer ao socorro de uma ligação direta de outros carros na via.

É importante ressaltar que, quando a bateria está isolada, fazer o procedimento conhecido como “chupeta” pode ocasionar um pico de tensão relacionado à falta do acumulador. Por consequência, o módulo e o painel queimam completamente.

Fique de olho na capacidade da bateria

Antes de instalar um sistema de som potente ou qualquer outro componente que vai exigir mais do sistema do carro, é essencial pensar na capacidade da bateria e do alterador. Independentemente de ser um ar-condicionado, alarme de segurança ou vidros elétricos, considere ainda a instalação da bateria.

Caso tenha sido feita de maneira incorreta, os cabeamentos acabam roubando parte da carga, e quando isso acontece é preciso trocar a peça por um modelo que seja mais resistente. Contudo, uma simples pesquisa antecipada na lista de cuidados com o carro consegue evitar essa dor de cabeça futura e impede que o motorista passe sufoco.

Pronto! Agora você já sabe como prolongar a vida útil da bateria do carro. O importante quando se trata desse tipo de peça é entender seu funcionamento e procurar um mecânico de confiança quando identificar qualquer tipo de defeito. Só assim será possível manter sua segurança e não ter dificuldades com desgaste de bateria e seguro do automóvel.

Gostou das informações do artigo? Então, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de conteúdos exclusivos sobre o assunto!

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.