Entenda o que é avaliação emergencial de crédito

Muita gente nem sabe, mas existe um serviço chamado avaliação emergencial de crédito, oferecido pelas emissoras de cartão. Ele é usado quando o limite contratado é extrapolado, mediante a cobrança de uma taxa. Saiba mais a respeito!

Categoria: Dicas Financeiras

Categoria: Dicas Financeiras

Às vezes, surge uma cobrança na fatura de cartão, e a gente já fica meio apavorado, sem entender o que aconteceu — estamos falando de um valor referente à avaliação emergencial de crédito. Se isso aconteceu com você, calma! Esse é um serviço colocado à disposição dos usuários de cartão por parte do emissor.

Essa avaliação serve como forma de garantir que compras sejam autorizadas, mesmo que elas ultrapassem o limite contratado pelo cliente em seu cartão de crédito, desde que o valor não seja muito elevado. É uma forma prática de garantir um dinheiro extra em uma situação de aperto ou inesperada, mas que não pode e nem deve ser usada a todo momento.

Quer entender mais sobre a avaliação emergencial de crédito e como ela funciona? Vamos em frente que a gente explica tudinho no artigo!

O que é a avaliação emergencial de crédito?

Imagine que você tem um limite de crédito de R$3.000,00 no seu cartão. Com algumas compras parceladas, mais algumas necessidades urgentes que precisaram ser resolvidas com esse recurso financeiro — já que você não estava preparado para pagar à vista —, o limite logo se esgotou.

Para esses casos em que o limite do cartão de crédito é estourado, os clientes podem contar com a avaliação emergencial de crédito. É um valor extra que as operadoras oferecem aos seus clientes — em geral, entre 10% e 20% do limite real — para liberar uma compra que ultrapasse essa quantia.

Ou seja, no nosso exemplo de limite de R$3.000,00, a avaliação emergencial de crédito pode ficar entre R$300,00 e R$600,00 extras disponíveis temporariamente. Para usar o serviço, no entanto, os clientes precisam pagar uma taxa para a instituição financeira que emitiu o cartão.

Como ela funciona e para que serve?

A avaliação emergencial de crédito serve para cobrir uma compra feita no cartão de crédito, mesmo que ela tenha ultrapassado o limite disponibilizado pela instituição emissora do meio de pagamento.

Esse serviço não é obrigatório e o cliente pode avisar, já no momento da contratação do cartão ou, até mesmo, depois de já tê-lo adquirido, que não deseja ter seu limite aumentado emergencialmente.

Nesse caso, quando uma tentativa de compra for feita e o limite for ultrapassado, o emissor não aceitará, impedindo que a transação seja concluída. Para evitar constrangimentos, é necessário ficar de olho no quanto do limite já foi utilizado.

Quais são as taxas cobradas?

As taxas cobradas para a avaliação emergencial de crédito variam bastante de operadora para operadora. Há relatos de cobranças que vão de R$10,00 a R$60,00 por mês, mas é possível que haja serviços mais baratos e até mesmo mais caros que isso. Essa taxa só pode ser cobrada uma vez por mês, e apenas quando os valores emergenciais foram utilizados de fato.

O que é analisado na avaliação emergencial de crédito?

Entre as análises feitas na avaliação emergencial de crédito estão o histórico do cliente e, principalmente, o quanto o limite do seu cartão foi extrapolado. O serviço existe para comodidade do usuário, para que ele realize uma compra mesmo que o valor exceda um pouco o limite contratado. Ainda assim, se o valor sobressalente for muito além do combinado, é difícil que o emissor do cartão libere a compra.

Quando usar a avaliação emergencial de crédito?

O serviço existe para que o usuário não precise solicitar ao emissor a liberação de um limite extra a cada vez que ultrapasse o valor máximo estipulado para seu cartão de crédito. Ainda assim, essa prática não deve se tornar rotineira, já que há a cobrança de uma taxa que pode ser considerada cara por muitas pessoas, além de ter a capacidade de provocar dificuldades financeiras.

O uso do serviço, portanto, deve ocorrer somente em situações realmente de emergência, em que uma compra não possa ser adiada e o cartão de crédito seja o único meio de pagamento disponível para realizá-la. Foi pensando nisso que as instituições financeiras tiveram a ideia de criar a avaliação emergencial.

Como evitar o uso do serviço?

Superar o limite do cartão de crédito nunca é recomendado, pois pode colocar as pessoas em uma situação de descontrole financeiro. Por isso, embora a avaliação emergencial seja bastante útil em determinados momentos, não é bacana usá-la com muita frequência. Confira a seguir algumas dicas para não cair nessa a toda hora.

Planeje suas compras

O planejamento financeiro é superimportante para evitar o estouro do limite do cartão de crédito. Sempre que for adquirir um produto ou serviço por esse meio de pagamento, lembre-se de que parte do limite contratado está sendo consumido.

Outro detalhe importante: as compras parceladas consomem de uma só vez o valor total do produto, mas o limite é restabelecido gradualmente, conforme as prestações são quitadas.

Para ficar mais claro: se você comprar um produto de R$500,00 em dez parcelas de R$50,00, após o pagamento da primeira prestação você recupera R$50,00 do seu limite. No mês seguinte, recupera mais R$50,00, e assim por diante, até concluir os pagamentos totais dessa compra.

Compre com consciência

O consumo consciente é sempre algo a ser estimulado. Compras por impulso, em grande número de prestações e sem medir o impacto daqueles valores no orçamento familiar trazem grandes prejuízos à vida financeira de qualquer um.

Por isso, é sempre bom pensar duas vezes antes de concluir qualquer compra, especialmente aquelas cujo comprometimento da renda se prolonga por muitos meses.

Use no máximo 80% do limite

Uma regrinha simples de colocar em prática: evite usar mais do que 80% do limite do seu cartão de crédito. Assim, sempre sobra uma brecha para emergências. Voltando ao nosso exemplo dos R$3.000,00 de limite disponível, evite usar mais do que R$2.400,00 simultaneamente.

Então, será que ficou claro o que é a avaliação emergencial de crédito e como ela funciona na prática? Embora o serviço possa ajudar muito, é preciso ter bastante cuidado e atenção para não extrapolar o seu uso e acabar se enrolando na hora de pagar suas faturas.

Aliás, para quem não quer ter dificuldades com dinheiro, a gente recomenda demais o nosso post sobre como organizar sua vida financeira. Confere lá!

Atendimento BV