Painel solar monocristalino e painel solar policristalino: diferenças

Conheça as diferenças entre painel solar monocristalino e painel solar policristalino para fazer a melhor escolha.

Categoria: Financiamento para Energia Solar

A energia renovável é uma alternativa cada vez mais necessária entre a sociedade e o mercado, pois todos têm o desejo comum de reduzir a conta de luz por meio do consumo energético sustentável. Isso é possível graças a dois aparatos tecnológicos que captam radiação do sol e a transforma em eletricidade: o painel solar monocristalino e painel solar policristalino.

Apesar de essas ferramentas serem eficientes e cada vez mais acessíveis, o processo gera diversas dúvidas técnicas que precisam ser sanadas. Entre as mais frequentes, estão as diferenças entre as placas solares mencionadas.

Qual é a melhor alternativa? Qual apresenta o melhor custo-benefício? Como saber qual painel é mais indicado para o meu imóvel ou estabelecimento? Por que contratar uma empresa especializada para projetar e instalar o sistema com eficiência?

Para responder a todos os questionamentos sobre painel solar monocristalino e painel solar policristalino, elaboramos este conteúdo para você entender tudo de forma simples. Confira!

O que é um sistema de painel solar?

Antes de tudo, é preciso compreender o que é esse recurso energético. O sistema de painéis solares corresponde a um agrupamento de células fotovoltaicas que capturam a luz e o calor do sol na forma de fótons, transformando-os em eletricidade. A quantidade produzida varia conforme o sistema e o tipo de placa instalada.

Cada painel (ou módulo) contém um grupo de células fotovoltaicas aglomeradas em uma armação de metal. Em geral, existem cerca de 60, 72 ou 90 células em uma única placa solar, a depender do projeto de instalação definido pelo cliente e pela empresa contratada.

Mas afinal, o que o silício tem a ver com isso?

Agora que você aprendeu como funciona a energia solar por meio do sistema de placas, vamos ao silício. Ele é um mineral muito abundante na crosta da terra (perde somente para o oxigênio) e faz parte da composição de quase todas as rochas — tanto subterrâneas quanto superficiais.

Essa substância é de grande importância, pois é a base da célula solar e gera o efeito fotovoltaico, que é a transformação da radiação do sol em corrente elétrica. Ou seja, é essencial para saber como funciona a energia solar de ponta a ponta.

O que é painel solar monocristalino?

Após conhecer o sistema energético em questão, chegamos à definição do painel solar de silício monocristalino (mono-Si). Ele é facilmente identificado olhando de perto. Apresenta uma coloração uniforme, mostrando silício puro e extremidades arredondadas.

Essa placa é formada a partir de um único cristal de silício de alta pureza; este é cortado em camadas finas que são transformadas em células fotovoltaicas. Cada uma tem quatro cantos cortados para favorecer a aglomeração no painel solar monocristalino e deixar o sistema mais eficiente para a produção energética.

O que é painel solar policristalino?

O painel solar de silício policistalino (poli-Si) chegou ao mercado na década de 1980. Como o próprio nome denuncia, ele também é feito à base de silício, mas a técnica de produção é diferente.

Nele, os cristais são fundidos em um bloco a fim de formar múltiplos cristais. Quando essa base sólida é fatiada, é possível observar a formação policristalina. Cada lâmina é lapidada em células quadriculadas, semelhantes ao mono-Si, mas o processo é mais fácil de ser realizado.

Quais são as principais diferenças entre eles?

O painel policristalino tem aparência retangular e é mais acessível, pois seu custo de produção é baixo em relação à solução monocristalinaque é quadriculada e com chanfro nas extremidades. A diferença do fabrico acontece porque a composição sílica do poli-Si não é tão pura quanto a da célula mono-Si, que é formada por meio de uma estrutura cristalizada perfeita.

Quais são as vantagens e desvantagens de cada painel?

Além da importância de conhecer as vantagens e desvantagens da energia solar, é preciso compreender os prós e contras de cada tipo de painel.

Benefícios do painel solar monocristalino:

-apresenta eficiência energética entre 16% e 23% — a mais alta entre as soluções economicamente viáveis;

-ocupa menos espaço, o que pode deixar o projeto mais agradável e minimalista, dependendo da demanda do imóvel;

-tem durabilidade 30 anos e garantia de 25 anos;

-funciona melhor do que o policristalino em dias nublados. Consegue produzir energia solar em dias de chuva de forma significativa.

Desvantagens do painel solar monocristalino:

-é mais caro do que o poli-Si, o que pode ser um critério decisivo para quem prioriza o valor do investimento;

-o processo de fabricação resulta em grandes blocos cilíndricos de silício que não são totalmente aproveitados após serem cortados. Por isso, uma parte considerável vai para a reciclagem.

Benefícios do painel policristalino:

-produção mais barata por conta do uso de múltiplos cristais de silício, que são menos puros e mais fáceis de manusear;

-preço competitivo no mercado, mas essa percepção está mudando por conta da evolução produtiva da placa monocristalina;

-durabilidade e garantia de 25 anos;

-gera menos resíduos provenientes do corte das lâminas.

Desvantagens do painel solar policristalino:

-a eficiência energética do poli-Si fica entre 14% e 18%, pois é menos puro do que o seu concorrente;

-há a necessidade de um espaço maior de placas policristalinas para produzir a mesma quantidade energética que as monocristalinas.

Como escolher entre o painel solar monocristalino e o painel solar policristalino?

Logo acima foi citado que o monocristalino está diminuindo seus custos produtivos por causa da evolução de suas técnicas de produção, o que garante eficiência a um custo viável para os consumidores. No entanto, vale ressaltar que o policristalino tem uma eficiência muito semelhante em relação ao seu concorrente direto.

Portanto, podemos concluir que a escolha vai depender da estrutura do projeto. Cada situação necessita de um tipo de placa. Em uma residência com telhado pequeno, por exemplo, o uso da placa mono-Si (mais eficiente) é a melhor opção, enquanto que em um sistema de área externa (quintal, por exemplo), onde há espaço de sobra, a placa poli-Si pode ser a solução mais barata e viável.

Em suma, para escolher entre painel solar monocristalino e painel solar policristalino é preciso contar com uma empresa especializada para indicar o melhor investimento. Afinal de contas, particularidades são consideradas a fim de definir a melhor solução para o cliente.

Uma sugestão é o Financiamento para Energia Solar BV. Com ele, você monta seu projeto com uma instituição parceira e solicita orçamento para a instalação de um sistema energético renovável na sua residência ou estabelecimento comercial. As taxas são pré-fixadas e atrativas, pois o objetivo é deixar seu imóvel mais valorizado e sustentável, além de reduzir a conta de luz.

Acesse a nossa página para tirar dúvidas e confira também nosso simulador.

Atendimento BV

Este site usa cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.